Marketing

4 dicas para a sua marca se destacar nas redes sociais e converter mais

Raquel Lisboa

Editora de conteúdo na Nuvemshop, plataforma de e-commerce líder na América Latina.

redes sociais, converter mais

Ao longo dos últimos anos, os dispositivos móveis e as redes sociais se tornaram parte do nosso dia a dia. Segundo a Tech Times, cerca de 45% da população navega pelo celular antes mesmo de sair da cama - surpreendente, não?

Seguindo essa realidade, as marcas passaram a investir nas redes sociais e transformaram-nas em pontes de contato com potenciais consumidores, bem como em canais complementares às suas lojas virtuais.

De acordo com o HubSpot, 28% das empresas já priorizaram as vendas sociais no último ano e, conforme a 4ª edição do NuvemCommerce, 21% das conversões foram concretizadas em tais espaços digitais (também em 2018).

Ainda, segundo esse relatório, o Instagram e o Facebook foram responsáveis, respectivamente, por 59% e 37% do share. Portanto, quem não os usa a favor do próprio negócio com certeza está perdendo a chance de conquistar mais leads.

Neste artigo, você vai conferir quatro dicas para potencializar os perfis da sua loja virtual nas redes sociais e aumentar a taxa de conversão. Vamos lá?

1. Escolha as redes sociais certas

Como introduzido, a jornada do cliente tem se iniciado constantemente nas mídias sociais. Mas como saber em quais investir? Afinal, são diversas as opções - Instagram, Facebook, Twitter, LinkedIn, YouTube etc - e dedicar-se a todas pode se tornar um trabalho cansativo e desnecessário.

Portanto, para escolher as que fazem sentido para a sua marca, tenha sempre em mente o seu segmento e, principalmente, o público-alvo: descubra em quais mídias sociais ele gosta de se comunicar e está presente.

Por exemplo: se o seu negócio é voltado para moda feminina, dificilmente você se dará bem em redes sociais com foco empresarial, como o LinkedIn. Nesse tipo de nicho, será muito mais fácil gerar interação em canais visuais, como o Instagram e o Pinterest.

Caso tenha alguma dificuldade para defini-las, crie um formulário de pesquisa e peça para que seus clientes o respondam. Você pode perguntar quais são as redes sociais favoritas deles, com que frequência as acessam e que tipo de conteúdo gostariam de usufruir.

Envie o questionário por e-mail e/ou deixe-o disponível em um pop-up na home da sua loja virtual. Entretanto, nesse último cenário, não seja insistente: permita que os usuários consigam fechar a janela, se não quiserem respondê-lo.

Leia mais em: Descubra qual o melhor site para ganhar seguidores no Instagram

2. Defina seus conteúdos

Depois de escolher as melhores redes sociais para o seu negócio, chega o momento de estabelecer os conteúdos que você vai publicar nelas. É essencial que eles sejam relevantes para o público-alvo e não tenham, pelo menos inicialmente, um objetivo publicitário - aqui o propósito é cativar.

A seguir, acompanhe alguns pontos a considerar:

  • Linguagem: você não conversa da mesma maneira com uma senhora de 50 anos e uma jovem de 14 anos, certo? O mesmo deve acontecer nas mídias - de acordo com o seu potencial cliente, atente-se ao tom que será usado;
  • Identidade visual: mantenha um padrão nas suas publicações, seja nos filtros utilizados, bem como nas cores que se relacionem ao layout e logotipo da sua loja virtual;
  • Formatos: faça testes entre imagens e vídeos e observe qual tipo agrada mais;
  • Assuntos: as possibilidades são inúmeras! Mas, no geral, mescle entre tópicos em alta relacionados ao seu segmento.

Ademais, faça uso dos gatilhos mentais, como o storytelling, e apresente sua marca, equipe e seus valores para os seguidores - isso servirá de base para a construção de um relacionamento mais humano com o seu público.

3. Interaja com os seus seguidores

Para aumentar os KPIs do seu negócio, como a taxa de conversão, também é fundamental interagir nas redes sociais. Depois de publicar conteúdos, é esperado que seus seguidores comentem os posts e, até mesmo, envie mensagens via direct.

Em ambos os casos, retorne o mais rápido possível - isso mostrará seu interesse genuíno em atendê-los. Em comentários que elogiam publicações e/ou produtos, por exemplo, agradeça e convide seus potenciais clientes a seguirem acompanhando as novidades da sua marca e seus posts nas mídias sociais.

Já em mensagens diretas, é provável que surjam dúvidas que dizem respeito a mercadorias (tamanhos, cores etc), preços, meios de pagamento e de envio. Além de saná-las, aproveite o momento para conhecer melhor o comportamento do seu público e tirar insights.

Você pode, por exemplo, criar uma aba nos Destaques do Instagram Stories respondendo as principais perguntas dos seguidores - o que vai otimizar (e muito!) o tempo deles e o seu.

4. Não se esqueça das ferramentas complementares

redes sociais, converter mais

Falando em Instagram Stories, atente-se, por fim, às ferramentas complementares das plataformas sociais. Hoje, especialmente o Instagram e o Facebook, disponibilizam muitas que podem te ajudar a potencializar sua marca e vender pela internet.

No Facebook, por exemplo, é possível contar com:

  • Grupos: ambientes digitais para que os usuários e marcas possam interagir e trocar informações sobre os mesmos assuntos e interesses;
  • Eventos: você pode agendar algum lançamento da sua loja virtual ou, até mesmo, convidar seu público para uma confraternização no seu negócio físico (caso tenha);
  • Loja: através da exportação do seu catálogo online de produtos, você pode divulgá-los nessa rede social (com preços, fotos e links de redirecionamento para o seu e-commerce);
  • Anúncios: ferramenta paga, permite que você segmente campanhas por meio de objetivos, formatos, potenciais clientes e orçamento disponível.

Já o Instagram, oportuniza mais engajamento com:

  • Stories e Destaques: como citados no capítulo anterior, é possível divulgar fotos e vídeos e salvá-los no seu perfil;
  • Insights: plataforma que reúne dados sobre a sua conta, seu público-alvo e o engajamento gerado (curtidas, posts mais comentados, idade média, localização dos seguidores etc);
  • Instagram Shopping: através de tags, permite marcar seus produtos (com preços e links de redirecionamento para a sua loja virtual) em fotos do feed e dos Stories;
  • Anúncios: pelo mesmo Gerenciador de Negócios do Facebook, é possível administrar propagandas pagas e segmentadas.

E aí, preparado para impulsionar suas vendas? Aplicando as dicas anteriores, você com certeza irá potencializar seus perfis nas redes sociais, ganhar mais visibilidade (e até mesmo ser recomendado pelos seus seguidores - o famoso “boca a boca”) e garantir uma taxa de conversão cada vez maior. Sucesso!

Últimas Postagens WebPeak

Marketing

10 vantagens do marketing digital

SEO

Ter um bom ROI Significa que o trabalho deu certo

SEO

Entenda o papel do SEO na transformação digital

SEO

Auditoria Core Web Vitals: Lista De Verificação De 35 Etapas Com Correções, Exemplos E Muito Mais