Como criar um blog de sucesso para seu negócio

12/6/2018

Como criar um blog de sucesso para seu negócio

Se você está aqui, o motivo é único: está com muita vontade de blogar, não é mesmo?

A vontade de começar a fazer postagens, se inserir na dinâmica da internet e conseguir expor aquilo que tem vontade é muito fácil, difícil mesmo é dar um ponta pé inicial nessa decisão! Mas não se preocupe.

Desenvolvemos este conteúdo para você sabe passo-a-passo como criar um blog e entrar de uma vez por todas nesta dinâmica!

Vamos lá!

Leia também: Porque sua empresa deve investir em um blog já!

Como criar um blog

Um blog pode trazer muitos benefícios para marcas, empresas, profissionais do marketing, entre outras profissões. Os blogs geram autoridade, e por isso auxiliam em vendas (caso o objetivo de seu negócio seja esse), e nesse sentido, o conteúdo de seu blog deve se voltar para algo, o leitor deve ser impactado pelo que você está expondo e este impacto denominamos branding, ou no caso, conhecimento de marca.

Outro fator fundamental é que os blogs te ajudam a ser encontrado e descoberto. Isso porque todos os motores de busca tentam entender e responder dúvidas de internautas  indicando a eles uma página com a resposta correta. Se o seu conteúdo for bem direcionado, está aí uma grande vantagem de possuir um blog.

Essas são algumas curiosidades que podem definitivamente te incentivar a criar um blog. Vamos ao que interessa, o passo a passo de como criar um blog. :)

Saiba mais: Brand Marketing: Aprenda a aumentar o valor de sua marca!

1º passo ‘’como criar um blog’’: Escolha um domínio do seu blog

Antes de nos aprofundarmos neste ponto, um ponto esclarecedor é o de que existem diferenças entre domínio e endereço. Um domínio trata-se de uma string, ou seja, uma sequência de caracteres, que vai identificar um site específico. Vamos usar o nosso caso: nosso domínio é webpeak.com.

Por outro lado, o endereço indica toda a sequência que aponta para uma página ou recurso específico. Tanto que no endereço podem constar diretórios e subdomínios. Dentro do mesmo domínio temos inúmeros endereços, como:

Resumindo, você já tem um domínio, como exemplo“suaempresa.com.br”, você pode escolher um endereço para o seu blog ali dentro: “blog.suaempresa.com.br” ou “suaempresa.com.br/blog”. Caso ainda não tenha um domínio. Esta é a próxima necessidade!

Escolha um domínio para criar um blog

Algumas dicas para escolher um domínio bacana estão em torno de você evitar palavras confusas, com consoantes em sequência, pulando vogais, difíceis de pronunciar e escrever, tente buscar uma combinação de palavras que faça sentido, e que seja fácil de lembrar, além disso, mantenha o objetivo do blog sempre em vista, a última dica é que o domínio do blog e o seu título não precisam ser iguais, mas devem estar relacionados.

O importante é você ter em mente que a meta deve ser um nome pelo qual as pessoas se identifiquem rapidamente com seu blog para não confundir o leitor.

Para saber se um domínio está disponível para compra, afinal, eles não devem ser repetidos, você precisa consultar uma entidade chamada “registrar”, que também é conhecida como “registrador de domínios”.

Esta é uma empresa credenciada pela ICANN (Corporação da Internet para Atribuição de Nomes e Números) para te atribuir a posse de um domínio, por um período específico.

Para comprar um domínio no Brasil, recomendamos o registro.br.

Mas fique à vontade para escolher aquele que parecer mais conveniente para você, importante conferir sempre a reputação da empresa na internet, as reclamações apresentadas contra ela e suas respostas.Afinal, você não quer o seu domínio sendo refém de uma empresa oportunista e picareta.  

Não deixe de ler: A importância de long tail SEO

2º passo ‘’como criar um blog’’: Hospedagem

Se você passou pelo ‘’passo anterior’’ e agora possui um endereço, este é o momento de edificar sua casa online, ou seja, você precisa de um servidor.

A hospedagem corresponde a um conjunto de máquinas que vai receber o visitante no seu domínio e entregar a ele as páginas e recursos que ele demanda.

O melhor é contratar um serviço especializado para essa função. Boas empresas de hospedagem cuidam da parte técnica, que querendo ou não, demanda atenção, e te entregam interfaces amigáveis, que são fáceis de usar. 

Saiba também: Guia completo ROI e Marketing de Conteúdo

Dessa forma, você não precisa se preocupar com configurações complexas de servidor e bancos de dados.Temos uma dica: deixe a parte técnica com os profissionais de TI e contrate um serviço desses, pois você não irá se arrepender.

Escolha seu CMS para criar um blog

Antes da decisão em torno de quem vai hospedar o seu blog, você precisa saber qual a estrutura que o fará funcionar. Nesse sentido, uma vez que blogar é uma atividade extremamente complicada, se entra em cena o CMS.

A sigla significa Content Management System, que em português definimos como Sistema de Gerenciamento de Conteúdo. Nada mais é que uma estrutura que funciona nos bastidores do seu blog, criando páginas, gerando links e tornando o conteúdo navegável, além disso, permite que você gerencie suas páginas, posts, links e comentários.

Alguns exemplos de CMSs são: WordPress, Wix, Blogger, Joomla e Drupal, WebFlow, entre outros. Vale você optar por aquele que mais lhe agrada, e para isso, você deve fazer uma pesquisa aprofundada sobre o caso.

Não deixe de ler: Como criar um blog no Wordpress

Escolha seu host para criar um blog

Seu serviço de hospedagem deve levar em consideração o preço, suporte, avaliação dos consumidores, painel de controle e serviços adicionais. São métricas importantes para você se dar bem neste ponto. Levando em consideração que quanto ao preço, nem tudo que é mais barato é melhor, os outros pontos das métricas valem mais que o preço (lembre-se disso).

3º passo ‘’como criar um blog’’: Dashboard e administração

A tela inicial (dashboard) do seu blog vai depender da escolha de seu CMS. Vamos dar exemplo seguindo o WordPress. Uma tela muito parecida com esta do print vai te recepcionar, sobretudo quando você entrar no seu blog pela primeira vez.

É através dos botões apresentados no lado esquerdo que você controla todos os detalhes relacionados ao seu blog.

Vamos dar uma parecer geral cada funcionalidade:

  • Painel (Dashboard): Há um atalho para “Atualizações” (Updates) na Dashboard. Neste menu você pode consultar se existem versões novas do seu tema, instalação e plugins.

  • Posts: O post é o bloco de construção fundamental em um blog! É através deles que você vai compartilhar seu conteúdo, o que você quer expor ao seu público. Além de adicionar um novo post ou consultar os existentes, você pode gerenciar também as categorias e tags do seu blog por essa funcionalidade.

  • Mídia (Media): Suas imagens, fotos, vídeos e áudios são mídias. A partir deste menu você pode fazer o upload de arquivos que pretende utilizar nas suas postagens e também conferir a biblioteca com tudo o que você já subiu. Além disso, é possível acessar estas funções direto da tela de edição de post, então não se preocupe muito neste momento.

  • Páginas (Pages):  Você não deve confundir páginas e posts. Páginas são estáticas, não sendo atualizadas constantemente. Páginas de “sobre” e “contato” são bons exemplos disso. Você pode escolher o nome e a URL de todas as suas páginas através deste menu.
Leia também: Como criar uma rotina na hora de analisar o Pagespeed Insights
  • Comentários (Comments): Por padrão, convenção, todo comentário feito em seus posts vai aparecer aqui. Aprove as interações relevantes, responda às dúvidas dos seus leitores e busque interações legais. Vale deletar o que for tóxico e marque como SPAM aquelas propagandas ridículas que não tem nada a ver. 

  • Aparência (Appearence): Os menus nesse caso afetam apenas o visual do seu site, mas não afetam o seu conteúdo. Você pode optar, além de customizar o seu tema por através desse ponto, além de definir o que vai mostrar nos seus menus, widgets, cabeçalho e rodapé da página.

  • Plugins: Plugins são mini-programas, que rodam por cima do seu WordPress, adicionando funcionalidades. Através deles,  você pode buscar por plugins legais, gerenciar os que estão instalados, suas configurações e atualizações.

  • Usuários (Users): O seu blog pode ter diversos usuários, cada um papéis e permissões diferentes. No caso, cada um terá seu próprio login e senha, e vai ter acesso apenas às funcionalidades relacionadas à sua função! Através dos usuários você pode convidar redatores, editores e até mesmo outros administradores para seu blog.

  • Ferramentas (Tools): As funcionalidades centrais nesse ponto são de controle e otimização.Você pode importar bancos de dados, exportar seu site para migração. Se você não está migrando de outra plataforma, provavelmente não tem muito o que fazer por aqui agora.

  • Configurações (Settings): Através desta funcionalidade você consegue fazer o ajuste final de como o seu blog se comporta, tanto para você quanto para o usuário final.
Leia também: Marketing de conteúdo: como garantir que seu conteúdo seja visto e compartilhado

4º passo ‘’como criar um blog’’: Conteúdo

O conteúdo para seu blog é tudo, ele que vai atrair tráfego. Os textos vão capturar a atenção do leitor e manter o público envolvido. Não importa o quão bom seja seu design, SEO ou suas táticas de blackhat.

Como adicionar conteúdo no WordPress:

Adicionando um post

O primeiro campo que irá aparecer corresponde à escrever um título. Este é um dos pontos mais importantes do blog, sem um título atraente, que envolva um público, não haverá pessoas clicando no conteúdo.

O campo do meio é para o conteúdo principal. As ferramentas de edição ali são muito parecidas com as que você está acostumado em qualquer editor de texto, se aplique para aprender rápido como utilizá-las e boa sorte. Nesta barra é importante chamar a atenção para um recurso fundamental:

Como criar um blog no Wp

Os cabeçalhos são marcadores muito importantes, eles vão dizer ao navegador a hierarquia do texto a ser mostrado.

A questão mais importante é que os buscadores, como o Google, utilizam esta marcação para saber como o seu texto está estruturado e usam esta informação (entre outras) para definir o ranking de busca. Quando eles se ausentam, o blog é uma grande parede de texto, difícil de ler e consultar. Sua na página de busca.

Para saber mais sobre o assunto: As melhores técnicas de SEO para você subir de posições no Google

Outras otimizações importantes de post

Como criar um blog no WordPress

Escolha uma imagem de destaque para sua postagem. Elas são usadas pela maior parte dos temas para construir a miniatura que ilustra o post na landing page, são fundamentais para otimizar seu site.

Como criar um blog no wordpress

Fato é que alguns temas aguentam diversos formatos de postagens, adaptando o layout para dar mais destaque à determinados elementos em cada um deles. Opte pelo formato mais adequado ao seu post, e experimente com os diversos formatos para dar variedade ao seu blog ;)

Como criar um blog no wordpress

As categorias possuem a função de ajudar seu conteúdo a ser encontrado. Escolha uma estrutura simples de categorias, com no máximo 4 ou 5 diferentes, usando subcategorias se for necessário. A dica é utilizar somente uma categoria por post!

Lembrando que se tratando das tags, não há a necessidade de hierarquia. Apenas coloque dois ou três termos mais relevantes do post.

Importante: se tratando do SEO, as tags podem ser prejudiciais, porque atrapalham a arquitetura de informação do blog.

Como criar um blog wordpress

Não existe muito segredo para iniciar um blog, mas é preciso ter em mente que isso vai exigir tempo e dedicação. Ter um blog pode aumentar suas chances de negócio, abrindo portas para novos horizontes e resultados mensuráveis.

Vá com calma, estude o que pode dar certo, Não desista de primeira! Às vezes pode levar um tempo até o seu blog conseguir captar o número de visitantes e leads que você deseja. Seja paciente.

Não deixe de nos acompanhar e receba mais dicas para seu negócio!

Até a próxima!

Autor

Victoria Ribeiro

Sou uma redatora cabulosa, estou aqui para sabotar seu raciocínio

Linkedinhttps://www.webpeak.com.br/victoriaribeiro@webpeak.com.br

Últimas Postagens WebPeak