NÃO QUERO IR AO EVENTO

Cupom de Desconto VTEX DAY 2019

Utilize o Cupom de 30% Desconto para o VTEX DAY 2019

Cupom de Desconto VTEX DAYCupom de Desconto VTEX DAY

USE O CUPOM: WEBPEAKVTEXDAY

COMPRE COM O CUPOM DE DESCONTO

Como Otimizar SEO On Page e Melhorar o Rank

21/5/2019

Como Otimizar SEO On Page e Melhorar o Rank

Se ainda tem alguma dúvida sobre melhorar o seu posicionamento, então esse artigo é para você. Vamos mostrar a importância do SEO on Page e como fazer para se destacar.

O que é SEO on Page?

SEO on Page nada mais é do que  as otimizações que são feitas dentro do próprio endereço, incluindo o conteúdo e a estrutura das páginas. É muito importante que essa parte seja feita com muita cautela, pois ela poderá garantir ótimos resultados.

Ao otimizar as páginas você tem uma chance do Google te considerar como resultado para uma busca realizada, o que conhecemos como tráfego orgânico. Em outras palavras, no mercado toda essa estratégia é conhecida como “otimização on-page”.

Sendo assim, se você quer obter melhores resultados em SEO, nenhum dos elementos a seguir podem passar batido na hora da otimização, por isso separamos os pontos principais para te ajudar nesse trabalho.

Título da Página

Diferente do que muitas pessoas acreditam, o Título da Página (“title”) não está obrigatoriamente diretamente relacionado ao título do artigo, e em algumas vezes não significa ser o nome da página para os visitantes.

Na verdade o título da página está relacionado a uma propriedade do código HTML, identificada por meio da frase que aparece na aba do navegador ou na página de resultados do Google.

O título da Página para o SEO é o elemento mais importante de todos.  Contudo, na maioria das vezes, seu espaço é ocupado por slogans ou frases que não apresentam o real conteúdo da página, ou que não usam as palavras-chaves realmente importantes para o negócio.

Busque sempre descrever com clareza o tema que a página aborda, e fique de olho na hierarquia das palavras: as primeiras têm maior relevância que as últimas. Outro fator importante é que a quantidade de palavras também tem relevância: quanto menos palavras, maior a importância elas terão.

O mais indicado é criar títulos que contenham no máximo 65 caracteres. Sabemos que o Google consegue ler uma quantidade maior do que esse número, porém, esse é o limite de caracteres que costuma aparecer nos resultados de busca.

Meta Description

Seo on Page

A Meta Description muitas vezes é negligenciada, mas no final das contas é uma ótima aliada. É importante ressaltar que, a meta description nada mais é do que um código inserido na página que não tem peso como fator de rankeamento, mas é responsável por trazer grande parte do tráfego orgânico para o seu site.

Essas pequenas descrições são aqueles fragmentos padrão que aparecem na página de resultados. O foco é mostrar para o usuário o que a página transmite de conteúdo, e convencê-lo de que vale a pena clicar no link para ler o restante.

Em outras palavras, para ter um SEO on Page inteligente também é necessário preencher a Meta Description com um texto que atrai o usuário e o convença para poder aumentar a taxa de cliques quando seu site aparecer entre os resultados.

Logo abaixo, vamos deixar algumas regras simples que podem te ajudar nessa parte:

  • Se você quer atrair mais pessoas para sua página, a meta-descrição precisa ser primeiramente chamativa, interessante, informativa, despertar a curiosidade e possuir algum tipo de call-to-action;
  • Para quem não conseguia de jeito nenhum sintetizar o conteúdo em poucas palavras, o Google atualizou o limite da meta-descrição de 160 para 320 caracteres. Melhorou, não é mesmo? Vale lembrar que, esse é o máximo recomendado que você deve usar.

URL (endereço da página)

Um outro elemento importante para o SEO on Page no qual o robô do Google faz a varredura de palavras-chave é o próprio endereço da página.

Nunca se esqueça da importância da sua URL, ela precisa ser descritiva e o principal de tudo, conter a palavra-chave desejada. Jamais crie URL’s com códigos ou com parâmetros difíceis de lembrar. Uma dica preciosa é tentar manter as URLs o mais curtas possível, e também passar longe dos números, pois caso atualize o conteúdo, será necessário criar uma nova URL.

Pense também no detalhe de que muitos dos links que você receber terão o próprio endereço da página como texto âncora, o que de fato é também pode ser bem interessante.

Imagens

Não é só colocar as imagens no site e deixar para lá, na verdade existem basicamente, 4 itens que devemos analisar nas imagens de uma página quando estamos falando de SEO on Page:

  • O nome de arquivo;
  • O texto alternativo (alt text);
  • O tamanho do arquivo (peso);
  • O contexto.

Os itens acima são responsáveis por ajudar o Google a determinar qual é o assunto da imagem inserida naquela página, assim como também influenciam no tempo de carregamento.

É de extrema importância que todas as imagens tenham nomes simples, e também devem possuir um texto alternativo (alt text) caso a imagem não seja exibida. Para finalizar, a imagem deve estar otimizada e compactada, para diminuir seu peso e não afetar muito o tempo de carregamento da página.

Headings

Agora, vamos falar um pouco sobre hierarquia dentro da SEO on Page, os Headings, são categorias de títulos e subtítulos que indicam prioridade de algumas partes da página sobre outras, elas variam entre H1 e H6, sendo H1 o conteúdo mais importante.

Os Headings são indicados por códigos <h1>, <h2>, <h3>, <h4>, <h5> e <h6>. A maioria dos profissionais de SEO utilizam o H1 para título da página, e os outros códigos para subtítulos, categorizando o conteúdo conforme sua relevância.

Usar a palavra-chave buscada dentro desses subtítulos também ajuda no fator de rankeamento do Google. O mais indicado é que seja inserido um único H1 por página e, se necessário, múltiplos H2 e H3.

Textos simples

O uso de uma determinada keyword em seu conteúdo aumentam as chances de que o Google exiba sua página como resultado para quem está fazendo buscas relacionadas aquela palavra. Por exemplo, mencionando “comprar carro” em um texto, a chances da página de concessionária aparecer crescem significativamente.

Contudo, se formos analisar o outro lado da moeda, o uso constante de uma mesma palavra pode confundir os usuários. O Google não aprova esse tipo de conduta, e no final das contas você pode sofrer com algumas punições para página do tipo: queda de exibição de sua página nos resultados de pesquisa.

Nada que o bom senso não nos ajude nessas horas, é necessário que as palavras-chaves estejam distribuídas de forma natural dentro do conteúdo, assim você melhora o posicionamento e converter leads.

E lembre-se: conteúdo relevante e informativo sempre!

Linkagem Interna

A internet é uma grande teia composta por nada mais nada menos que links. Os usuários navegam o tempo todo através de links relacionados, assim como os robôs de cada motor de busca. Com isso em mente, fica fácil construir a linkagem dentro das suas páginas.

As boas práticas da linkagem interna são:

  • Melhorar a navegação do usuário;
  • Facilitar o conhecimento de novas páginas para os motores de busca;
  • Relacionar páginas que abordam assuntos semelhantes;
  • Distribuir de forma estratégica a força vinda de links externos por todo seu site.

Sitemap.XML

Existem algumas práticas que podemos realizar em nossos sites que facilitam a leitura e interpretação das páginas para os robôs dos motores de busca. Uma das mais importante é a criação do sitemap.xml. No momento que você cria e envia um sitemap.xml, é possível elevar as chances do buscador conhecer todas as suas páginas.

Alguns benefícios dessa prática são:

  • O tempo de indexação de suas páginas torna-se menor;
  • URL’s com má linkagem interna que dificilmente seriam encontradas pelo processo padrão de rastreamento dos motores de busca, passam a ter grande possibilidade de serem descobertas.
SEO on Page

Conclusão

Para ter um bom posicionamento é necessário investir em SEO on Page, e isso só é possível através das boas práticas de otimização. É possível otimizar a sua página sem dor de cabeça e alcançar os resultados desejados.

Esperamos que este artigo tenha te ajudado a compreender melhor do que se trata e qual a importância do SEO on Page. Para mais conteúdos como este basta continuar nos acompanhando, e para ter acesso a conteúdos exclusivos, assine nossa newsletter.

Até a próxima!

Autor

Mariana Chaves

Produtora de Conteúdo especialista nas palavras que te elevam e levam ao foco do negócio.

Linkedinhttps://www.webpeak.com.brcontato@webpeak.com.br

Últimas Postagens WebPeak

Últimas Noticias WebPeak