NÃO QUERO IR AO EVENTO

Cupom de Desconto VTEX DAY 2019

Utilize o Cupom de 30% Desconto para o VTEX DAY 2019

Cupom de Desconto VTEX DAYCupom de Desconto VTEX DAY

USE O CUPOM: WEBPEAKVTEXDAY

COMPRE COM O CUPOM DE DESCONTO

Devemos produzir conteúdo para pessoas ou motores de busca?

14/5/2019

Devemos produzir conteúdo para pessoas ou motores de busca?

Produzir conteúdo digital é um desafio constante. Frequentemente, os redatores se preocupam muito em “escrever para SEO”, concentrando-se erroneamente em agradar apenas os mecanismos de busca, em vez dos seres humanos que estão lendo o conteúdo.

Eles se preocupam com o comprimento do conteúdo, com a densidade de palavras-chave e o uso de variações. E não porque ajuda o usuário, mas porque poderia melhorar os resultados de SEO.

Isso é problemático por vários motivos,mas o mais importante é que o Google e outros mecanismos de pesquisa não precisam que escrevamos para eles.  Afinal, eles não compram seus produtos ou serviços; nós, humanos, sim.

Sua marca precisa produzir conteúdo capaz de oferecer uma resposta completa para sua audiência. Também precisa ser compreensível e, é claro, fácil de encontrar na web.

Entenda o que o Google considera conteúdo de qualidade e quais são os parâmetros para você escrever melhor!

O Google foi criado para entender um bom conteúdo e você precisa produzir esse conteúdo!

produzir conteúdo

O Google tem algoritmos de pesquisa altamente evoluídos e sofisticados, que estão melhorando drasticamente todos os dias. Isso inclui não só os resultados de pesquisa tradicionais, mas melhorias na usabilidade e acessibilidade da plataforma.

O Google se tornou o que é hoje - essencialmente um sinônimo de pesquisa - devido à qualidade de seus resultados. E não podemos esquecer: o Google não foi o primeiro, mas é o melhor.

Embora não seja perfeito, o Google tem sido o mecanismo de pesquisa mais preciso e útil que já tivemos até hoje, com seu papel na nossa vida cotidiana se tornando maior a cada minuto.

Se você produzir conteúdo relevante para as pessoas, o Google recompensará. O mesmo não pode ser dito para conteúdo estritamente escrito para mecanismos de pesquisa.

O que exatamente é um bom conteúdo? Qual é o segredo para produzir conteúdo?

O Google sabe como identificar conteúdo de alta qualidade. Seus sinais de algoritmo e classificação ajudam a encontrar o conteúdo certo para satisfazer qualquer termo pesquisado.

Mas o que exatamente o Google considera bom conteúdo? E conteúdo ruim? Por que um conteúdo bem escrito nem sempre é bem classificado?

Para obter informações sobre "bom conteúdo", o Google sugere que você revise as Diretrizes para Avaliadores de Qualidade de Pesquisa.

E, enquanto John Mueller do Google fez questão de apontar que as diretrizes de qualidade não estão diretamente relacionadas aos seus fatores de classificação, ele disse que o documento, que não foi divulgado ao público até 2015, oferece informações úteis para a criação de bons conteúdos.

Leia também - Otimização de sites na WebPeak: 6 segredos da nossa ferramenta de SEO  

O documento de 164 páginas é composto de diretrizes dadas a avaliadores de qualidade (pessoas contratadas pelo Google para avaliar seus resultados de pesquisa) ao avaliar manualmente o desempenho dos algoritmos do Google.

O documento não fala apenas sobre o que o Google considera um bom conteúdo; ele também aponta as características de um conteúdo ruim.

Aqui estão os fatores mais importantes a serem considerados na classificação geral de Qualidade de Página:

#1 Propósito da Página: o primeiro passo para entender uma página é descobrir seu propósito.

#2 Expertise, autoridade, confiabilidade: esta é uma característica importante da qualidade. Saber se um conteúdo é relevante e de qualidade não deve ser algo difícil de se conseguir.

#3 Qualidade e quantidade do conteúdo principal: a classificação deve basear-se na landing page para qual o URL leva.

#4 Informações do site e/ou informações sobre quem é o responsável pelo conteúdo principal: encontre informações sobre o site, bem como o criador do conteúdo principal.

#4 Reputação do site e/ou reputação sobre quem é responsável pelo conteúdo principal: links para ajudar com a pesquisa de reputação são fornecidos aos revisores.

Além de produzir conteúdo bem escrito e baseado em pesquisas sólidas, a relevância é extremamente importante para a visibilidade na pesquisa.

Por mais simples que pareça, um dos fatores de classificação mais importantes para o conteúdo na Web é a relevância para o termo pesquisado. Não importa quão bom seja o conteúdo, se ele não responder à consulta, ele não é o resultado correto.

Esses sinais não são acionados pelo uso de palavras-chave, pela inclusão de frases de correspondência exata ou por qualquer outra tática de marketing de pesquisa gamificada. O segredo é produzir conteúdo para responder, com qualidade, às perguntas dos usuários.

Diretrizes básicas para produzir conteúdo de alta qualidade

As marcas e os profissionais de marketing que se apressam em produzir conteúdo e publicá-lo  apenas para tentar dar vida ao seu website, sem propósito real, não estão à altura do Google. E também não ganharão cliques dos usuários.

Leia também - Como ter um melhor conteúdo? Você Precisa conhecer esse Checklist!
produzir conteúdo

Se fosse fácil, todo mundo estaria fazendo e fazendo bem. Aqui estão os princípios básicos para escrever conteúdo de qualidade:

1. Defina uma finalidade: todo o conteúdo deve ter um propósito. Também deve ter um tópico de foco, uma audiência e até mesmo um estágio de intenção para esse público.

2. Pesquise cuidadosamente: obtenha toda a informação necessária antes de começar a produzir conteúdo. Qual é o começo, meio e fim?

3. Escreva bem e edite-o (e edite novamente!): você não precisa ser nenhum Machado de Assis, mas não custa nada usar corretamente a gramática e a pontuação. Peça ajuda quando necessário.

4. Tenha uma assinatura: o Google se preocupa com a origem do conteúdo. Quem é a marca ou pessoa por trás do conteúdo? Ele quer saber, então certifique-se de que ele possa descobrir. Quanto mais autoridade a reputação de uma pessoa tiver, melhor.

5. Torne-o informativo, minucioso e educacional: Seu conteúdo satisfaz o propósito e o explica bem? Eduque seus leitores; eles irão apreciar e se apoiar em você.

6. Cite fontes: Sempre cite as suas fontes. Estatísticas e dados não significam nada se não soubermos de onde eles vieram. Certifique-se de citar a fonte original sempre que possível.

Sentindo-se mais seguro para produzir conteúdo de qualidade? Assine agora a nossa newsletter e continue aprendendo sobre marketing digital!

Este texto é uma tradução e adaptação do artigo “Should We Write Content for People or Search Engines?”, publicado no Search Engine Journal.

Autor

Camila Nogueira

Socióloga em formação, é apaixonada por entender o comportamento humano diante das novas tecnologias.

Linkedinhttp://www.webpeak.com.brcontato@webpeak.com.br

Últimas Postagens WebPeak

Últimas Noticias WebPeak