NÃO QUERO IR AO EVENTO

Cupom de Desconto VTEX DAY 2019

Utilize o Cupom de 30% Desconto para o VTEX DAY 2019

Cupom de Desconto VTEX DAYCupom de Desconto VTEX DAY

USE O CUPOM: WEBPEAKVTEXDAY

COMPRE COM O CUPOM DE DESCONTO

Google Ads: veja o que mudou!

29/6/2018

Google Ads: veja o que mudou!

Muito provável que você tenha realizado uma pesquisa no Google e encontrou alguns links destacados no resultado. Outro momento possível, é você ter acessado um blog ou até mesmo um portal de notícias e encontrado um banner de anúncio em algum local da página, ou mesmo ao assistir a um vídeo no YouTube e ter visualizado alguns anúncios antes ou durante dos vídeos.

Nesses casos citados, são três tipos de anúncios distintos, ou seja: pesquisa, sites e Youtube. Entretanto, eles têm algo em comum, e trata-se da autonomia para serem criados e gerenciados através do Google Ads.

Neste conteúdo vou falar exclusivamente sobre Google Ads, abordar como funciona a plataforma, como criar uma conta e fazer seu negócio ter bons resultados!

Vamos lá! :)

Leia também: Batalha de gigantes: Google Ads x Facebook Ads

O que é o Google Ads

o que mudou no google ads

O Google Ads trata-se de uma plataforma de publicidade do Google, que permite a criação dos anúncios que vemos no momento que realizamos uma busca na internet.  

Esses anúncios são exibidos principalmente nos resultados de pesquisas, relacionados às palavras-chave da preferência de quem está pesquisando.

Mas saiba que o Google Ads é muito mais que isso. Além de ser uma rede de pesquisa, pode incluir banners e vídeos que ficam postados em áreas especiais e com visibilidade em diversos sites parceiros do Google.

A primeira versão do, antes chamado de AdWords, foi lançada em 2000 e desde esta data ela vem liderando o mercado. O crescimento da receita do Google Ads é uma realidade comprovada, dados apontam que em 2016, a receita publicitária do Google Ads foi de U$79 bilhão de dólares.

Nessa ferramenta, preferida de muitos profissionais, é possível divulgar todos os tipos de anúncio a partir de duas redes: a rede de pesquisa e a rede de display.

Separamos para você: Conheça o Google Panda, Hummingbird e os principais algoritmos do Google

Na rede de pesquisa que são os resultados de busca do próprio site Google, os anúncios são em formato de texto. Para definir o posicionamento dos anúncios é feito um leilão.

A rede de display é composta pelos sites que participam do programa de afiliados da Google, o Google Adsense que são milhares de sites na internet.  Através da rede e display você pode fazer anúncios de diversos tamanhos e inclusive anúncios gráficos. Você pode também anunciar no You Tube com anúncios de vídeo, texto ou gráficos.

A segmentação dos resultados na rede de pesquisa são por meio de palavras-chave ou termos pesquisados. Já na rede de display os resultados são por tipos e segmentos de negócios, sempre relacionado às palavras que contém o site onde os anúncios são exibidos.

Dando-nos tempo suficiente para nos despedirmos, o Google anunciou ontem que substituirá dois de seus principais produtos de publicidade - o Google AdWords e o DoubleClick - com iterações brilhantes e simplificadas, programadas para serem lançadas a partir de meados de julho.

O Google consolidou sua ofertas de anúncios em três novas marcas:

o que mudou no google ads

Mas não precisa se preocupar, as contas não serão afetadas, os produtos estão apenas sendo simplificados. O Google Ads, o sucessor do Google AdWords, por exemplo, dificilmente será muito diferente do original. As atualizações do sistema limitam-se a uma mudança de nome e uma interface simplificada e mais automatizada.

De acordo com o anúncio do próprio Google: "Para as pequenas empresas especificamente, estamos introduzindo um novo tipo de campanha no Google Ads que torna mais fácil do que nunca começar com a publicidade on-line".

As novas marcas estão sendo apresentadas como meios para ajudar anunciantes e editores de todos os tamanhos a escolher as soluções certas para seus negócios, facilitando ainda mais a entrega de anúncios valiosos e confiáveis e as experiências certas para os consumidores em vários dispositivos e canais.

Google Ads: recursos que trazem resultados

Através dos recursos inseridos neste serviço, muitas empresas têm a possibilidade de pagar ao Google para se destacarem na internet. O grande diferencial do AdWords é que é possível se destacar para um público super segmentado, ou seja, você paga para aparecer mais, investindo em audiência qualificada e que possui relação com seu negócio.

Impulsionar uma campanha que será direcionada exatamente para quem almeja recebê-la é muito melhor do que atuar no escuro. É a partir de cookies e em palavras-chave que os anunciantes conseguem determinar em qual lugar os anúncios serão exibidos. São 4 os principais tipos de anúncios, vamos destacar abaixo.

Leia também: Quer saber como aparecer no Google? Este conteúdo é para você!

1º tipo de anúncio Google Ads: Anúncios na Rede de Pesquisa

Esses são os anúncios exibidos nos resultados de pesquisa para palavras-chave determinadas. Ficam destacadas no início e no fim da SERP (Search Engine Results Page), e sempre acompanham um pequena legenda de “Anúncio” para indicar que é um link patrocinado. Este é um formato centralmente útil para alcançar pessoas que estão em busca de produtos, serviços ou soluções específicas para seu negócio.

Podemos destacar a grande vantagem em torno do anunciante que só irá pagar quando a pessoa clicar no link do resultado para acessar o website. Você pode se planejar para que os anúncios tenham uma ótima relação custo/benefício para sua empresa.

2º tipo de anúncio Google Ads: Anúncios na Rede de Display

Este é o estilo de campanha apresentado em websites, páginas de notícias e blogs, que em conjunto formam a Rede de Display do Google. A rede possui chance de alcance de 90% dos usuários da internet em todo o mundo.

Leia mais: Entendendo os termos das campanhas de Adwords

Quando vamos aos números absolutos, importante reconhecer que os anúncios do Google são exibidos em mais de 2mi de sites e em mais de 650 mil aplicativos. Esses anúncios gráficos possuem opções especiais para segmentação, palavras-chave, informações demográficas e remarketing. Incentive os clientes a notar sua marca, considere suas ofertas e realize alguma ação. Vamos aos exemplos de publicidade gráfica:

Banners

São tipos de anúncios gráficos que podem conter imagens, elementos interativos, animações, layouts personalizados, entre outras opções que serão boas para você impulsionar uma boa campanha digital.

O Google oferece diversos tamanhos de banner para você optar por aquele que mais irá cumprir com seus objetivos de campanha.

Texto

Podemos dizer que este tipo de publicidade gráfica possui semelhanças concretas com os banners, entretanto, são anúncios em formato de caixa de texto, e neste tipo de anúncio você pode inserir título, descrição, nome da empresa e uma URL.

Gmail

Esses anúncios são personalizados no Gmail, e visualizados diretamente na caixa de entrada das pessoas que recebem seu anúncio.

Leia também: Ferramentas de Email Marketing para campanhas inesquecíveis

Aplicativo

Não há segredo: esses anúncios irão aparecer centralmente em aplicativos para dispositivos móveis.

3º tipo de anúncio Google Ads: Anúncios no YouTube

Se você já é um usuário do YouTube, provavelmente já viu que alguns vídeos possuem anúncios (antes do início ou durante a exibição), e tem aquele muito bons que a gente faz questão de assistir inteiro, não é mesmo?

Como anunciante, você vai poder criar campanhas para serem inseridas em vídeos nesta plataforma. São mais de um bilhão de usuários, você vai poder selecionar o público-alvo com base na idade, sexo, local, interesses e outros muitas opções.

Importante: de acordo com o YouTube, você só irá pagar quando as pessoas de fato interagirem com sua campanha. Caso o anúncio seja pulado de 30 segundos (ou antes do fim), você não irá pagar absolutamente nada.

4º tipo de anúncio Google Ads: Anúncios de Aplicativos

Esses anúncios são focados para os negócios que possuem aplicativos e visam o aumento do alcance com a plataforma do Google. A partir dele, você pode promover sua marca e até mesmo o aplicativo desenvolvido por sua equipe para usuários de iOS ou Android.

Logo após o processo rápido de configuração, seu anúncio será qualificado para o alcance de um bilhão de pessoas na rede do Google, e isso irá incluir Pesquisa Google, Google Play, YouTube e outros milhares de sites e aplicativos para dispositivos móveis.

Leia também: Aplicativos para criar vídeos: Crie sua estratégia de marketing do seu próprio celular

Como o Google Ads funciona

O Google AdWords atua como um leilão, os anunciantes irão oferecer dinheiro em troca de cliques. Porém, entenda que não basta realizar apenas o pagamento para aparecer para todos no mercado. Não é tão simples.

Você irá precisar entrar na dinâmica de leilão. O grande diferencial, em oposição ao leilão, é que no AdWords nem sempre vai ganhar quem oferecer a maior oferta.

O diferencial é que no Ads nem sempre a maior oferta ganha. O Google combina fatores importantes de qualidade para classificar a posição dos anúncios com base em seu Ad Rank.

Ou seja, seu anúncio precisa ser bom. Não adianta de nada pagar mais.

Composição do Ad Rank

o que mudou no google ads

O Ad Rank é composto pelo Índice de qualidade (IQ) x Lance (CPC máximo). Obs: CPC = Custo por clique.

O que isso significa?

Mesmo que os lances dos concorrentes sejam maiores que o seu, o seu anúncio poderá ser destacado caso o índice de qualidade seja superior.

Como o índice de qualidade é calculado?

Esta é uma avaliação realizada pelo Google pelo qual é gerada uma nota que vai de 1 à 10.

Junto ao lance, a nota é o que irá determinar a posição de seu anúncio para palavra-chave e segmentação definida. O índice de qualidade se compõe da seguinte forma:

  • CTR;
  • Relevância;
  • Página de destino.

Resumindo, o Google AdWords é uma plataforma útil para ser utilizada em campanhas de links patrocinados. A consolidação de suas estratégias de marketing digital demanda estudo, e esta ferramenta é importante para aquisição de clientes.

SEO também pode te ajudar: Esqueça o Google Adwords, conheça o SEO!

Desenvolvemos este conteúdo para que você se esclareça quanto ao AdWords. Ele nada mais é que uma plataforma de publicidade do Google, através dele surgem os tão conhecidos anúncios que vemos no momento que realizamos uma busca na internet.  

Esses anúncios são exibidos principalmente nos resultados de pesquisas, relacionados às palavras-chave da preferência de quem está pesquisando.

Mas é importante você saber que o Adwords é muito mais que isso, não à toa que este conteúdo é completo para que você entenda os termos que envolvem as campanhas de Adwords. Além de ser uma rede de pesquisa, pode incluir banners e vídeos que ficam postados em áreas especiais e com visibilidade em diversos sites parceiros do Google.

Leia este artigo e fique por dentro das melhores ações para seu negócio!

Vamos lá!

Leia também: O que é otimizar as páginas de seu site para SEO?

Saiba a importância das campanhas digitais

As campanhas digitais agregam um grupo de canais e estratégias de marketing, elas são pensadas e otimizadas para o campo online, aparelhos mobile e outras plataformas digitais. Temos exemplos concretos de campanhas digitais:

Nas campanhas digitais existem estratégias e ações específicas para as plataformas digitais, mas é importante reconhecer que esses conceitos são comuns ao ambiente off-line.

Ou seja, as campanhas digitais vendem produtos e serviços através da internet e dispositivos digitais. Além disso, amplia o relacionamento de seu negócio com os clientes, que desdobra na fidelização e abrangência de sua marca.

Leia mais: Descubra os segredos para criar categorias e Links Internos que o Google adora

O objetivo das campanhas digitais sempre irá depender da essência do anunciante. Ele pode estar querendo ganhar novos clientes, cadastros para aumentar a lista de e-mails ou o engajamento do site. Não existe um objetivo único nas campanhas digitais, e isso pode variar baseado nos objetivos de cada pessoa e campanha. Ou seja, vai depender mais do usuário em si, do que da própria empresa.  

O mais importante nisso tudo é tratar usuários em estágios diferentes  e de formas diferentes. Ao criar uma campanha online,  é necessário que você se atente ao público-alvo que você está atingindo, se esses internautas estão recebendo as informações de forma correta, obtendo os resultados esperados. Todos esses quesitos são importantes para ‘’sentir’’ como estão suas campanhas digitais.

Termos das campanhas de Google Ads

o que mudou no google ads

Para quem não tem conhecimento, pode parecer difícil entender o Google Adwords. Mas não se preocupe, separamos informações fundamentais para que você possa entender todo o processo do sistema e como usá-lo em seu benefício.

Direcionamento

O direcionamento é voltado para as palavras-chave, ou seja, termos que as pessoas vão buscar. Os novos consumidores estão inseridos na dinâmica da Internet, que torna o Marketing Digital o principal instrumento a ser conhecido e aplicado em E-commerces.

Você pode direcionar pelo idioma, área de atuação, localização, público-alvo, dispositivo utilizado pelo usuário ou outras possibilidades de rede de exibição. Assim, a configuração do anúncio é elaborada de acordo com as imagens e websites que deseja que seu conteúdo seja visto.

Separamos para você: O que vender na internet

Páginas de Destino

As Landing pages, mais conhecidas como páginas destino, são as páginas para as quais para os visitantes são direcionados com o objetivo da conversão.  Ou seja, quando você cria um anúncio, precisa especificar a URL final. Neste caso, a ferramenta vai entender qual o destino relevante para o destino do anúncio.

Impressão

Esse termo se refere ao número de vezes que o anúncio aparece nos resultados ou website. Cada vez que o anúncio for exibido, contará como uma impressão.

Índice de qualidade

Quando você escolhe que seu anúncio seja vinculado a uma palavra-chave, existe o índice de qualidade, que significa que o seu anúncio é relevante. É feito um ranking dos anúncios que escolherem a palavra-chave e a sua posição.

CTR (taxa de cliques)

Este termo nada mais é que a taxa de cliques, este termo se vincula à ação referente ao cálculo do número de cliques recebidos dividido pelo número de impressões. Com o valor é possível medir se você está utilizando uma boa palavra-chave e se seu anúncio está surtindo o efeito desejado.

CPC (custo por clique)

É uma opção de pagamento para quem deseja pagar um valor máximo por cada clique e se manter dentro do orçamento.

Leia mais: Google Cache: tudo o que você precisa saber

CPM (custo por mil)

Diferente do CPC, é uma opção para quem quer pagar a cada 1.000 impressões no anúncio, e funciona na rede display.

ROI (retorno sobre o investimento)

Basicamente, o ROI se define pelo valor total de conversão (vendas) dividido pelo investimento realizado em campanhas.

Campanha

Este termo refere-se à campanha como um todo criada no Google Adwords.  Você pode organizar vários grupos de anúncios dentro de uma campanha, e assim utilizar um mesmo orçamento para produtos e serviços complementares ou diferenciados. Tudo depende de como você quer estruturar sua estratégia no Google Adwords.

Links patrocinados: Google Ads

o que mudou no google ads

O sistema de anúncios impulsionado pelo Google Adwords é pago, o anunciante paga pelas palavras-chave que aparecem no Google, permitindo assim que o site consiga atingir visitas através do anúncio publicado. Por mais que pareça simples, essa ferramenta pode trazer algumas dores de cabeça para quem quer resultados imediatos.

Leva tempo para aprender a manusear corretamente suas funções, embora seja eficaz, muitas empresas acabam perdendo dinheiro por não saber se posicionar.

Outro ponto importante a ser destacado é que o Google Adword é como se fosse uma grande negociação. Você determina quanto está disposto a pagar por anúncio, e o Google faz a análise para saber onde seu anúncio pode ser encaixado. Dependendo do valor investido você poderá não ter o retorno desejado.

Esta ferramenta é muito usada em estratégias de marketing, mas demanda um investimento que às vezes não é cabível para algumas empresas, ou simplesmente não querem aplicar um valor que pode ser investido em outras estratégias.

Leia também: O que é otimizar as páginas de seu site para SEO?

Como Anúncios Pagos Funcionam

Os anúncios no google são uma oferta, sua ou da sua empresa, para o usuário. Eles funcionam como uma porta de entrada para seu site. Através dos anúncios em links patrocinados do Google você oferece um produto ou serviço direto para seu consumidor.

Você pode segmentar esses anúncios e alcançar diversos públicos diferentes. O segmento de seu público pode ser por meio da compra de palavras-chave.

Para anunciar em links patrocinados é fundamental conhecer bem o público-alvo, afinal, se você não conhece os internautas que você almeja alcançar com sua marca, não é possível criar anúncios eficientes. É preciso propor soluções para as pessoas que precisam de produtos ou serviços.

Estar no topo do mecanismo de busca do Google é a maior meta das empresas, uma vez que o número de visitas em sites aumenta consideravelmente. Por conta disso, muitas empresas têm investido em estratégias de marketing para melhorarem seus resultados.

Separamos para você: Facebook Ads, como criar anúncios eficientes

Existem duas formas para deixar seu site no topo do Google, são elas o SEO (Search Engine Optimization) e o Google Ads, ou links patrocinados. Contudo existem dúvidas sobre qual das duas funções é melhor, ou mais viável, para elevar a posição de sites.

Neste post você irá descobrir qual é a melhor escolha para dar aquele “UP” no seu site, e garantir que ele fique entre os primeiros no Google.

Se você deseja investir na internet, é preciso conhecer e entender algumas coisas, entre elas está a diferença entre busca orgânico (SEO) e links patrocinados (Ads).

LINKS PATROCINADOS - ADS, PPC:

São resultados (anúncios) que aparecem em determinadas buscas, a ordem em que aparecem depende de dos fatores: valor a ser pago por cada clique e relevância/qualidade do anúncio.

Leia também: SEO On Site com WebPeak

Vantagens do Google Ads

  • Ferramenta de medição detalhada, o que torna a sua campanha bem mais fácil de se controlar;
  • Grande audiência potencial;
  • Afluxo imediato de tráfego;
  • Controle total sobre seu orçamento diário e o custo máximo por clique;
  • Retorno imediato sobre o investimento (Você pode facilmente definir um custo por conversão e entender em que ponto o seu lucro é feito);
  • Opções de segmentação, incluindo regiões, hora do dia, dias da semana, e sites específicos (se estiver usando Rede de Display);
  • Opções de publicidade diferentes, incluindo Rede de Display, Rede de Pesquisa e Remarketing;
  • Visando aqueles que já têm um interesse e, portanto, são mais propensos a converter em vendas.
Separamos este conteúdo para você: Guia Definitivo - Desvendamos Todas as Ferramentas do Google Search Console

Desvantagens do Google Ads

  • Se a sua campanha for criada e gerida de forma incorreta, pode ser extremamente caro;
  • Configuração e gerenciamento pode ser muito demorado;
  • Espaço limitado no seu anúncio;
  • A menos que você utilize outras formas de publicidade do Google, como o Google Shopping e publicidade no YouTube, você não pode incluir imagens ou vídeos para vender produtos e serviços;
  • Dependendo de sua indústria, o custo por clique (CPC) pode ser substancial;
  • Dependendo do seu mercado-alvo, a maioria do grande público potencial pode vir a ser irrelevante.

Se o objetivo é vender, o Google Adwords sai na frente. A taxa de conversão é mais alta, atinge-se mais pessoas e principalmente, atinge-se um usuário que pesquisa sobre o assunto e por isso, está mais propenso a efetuar a compra.

Além de impulsionar suas vendas, você terá um número maior no volume de acessos e cliques em seus anúncios, pois o alcance é infinitamente maior que o Facebook Ads, já que o acesso que parte por meio de pesquisa e palavras-chave irá direcionar melhor seu público, captando a intenção de compra dos consumidores.

Como funciona o Google Ads

O Google Adwords é uma plataforma de publicidade do Google. Neste serviço são exibidos anúncios em forma de links patrocinados que aparecem nos resultados de busca, diretamente relacionado às palavras-chave.

O sistema de anúncios do Google Adwords é pago, o anunciante paga pelas palavras-chave que aparecem no Google, assim o site consegue atingir visitas através do anúncio publicado.

Por mais que pareça simples, essa ferramenta pode trazer algumas dores de cabeça para quem quer resultados imediatos. Leva tempo para aprender a manusear corretamente suas funções, embora seja eficaz, muitas empresas acabam perdendo dinheiro por não saber se posicionar.

Outro ponto importante a ser destacado é, que o Google Adword é como se fosse uma grande negociação. Você determina quanto está disposto a pagar por anúncio, e o Google faz a análise para saber onde seu anúncio pode ser encaixado. Dependendo do valor investido você poderá não ter o retorno desejado.

Esta ferramenta é muito usada em estratégias de marketing, mas demanda um investimento que às vezes não é cabível para algumas empresas, ou simplesmente não querem aplicar um valor que pode ser investido em outras estratégias.

Não deixe de ler: Como o SEO vai trazer seu primeiro pedido

Como funciona o SEO

Uma das opções mais estudadas do momento é o SEO (Search Engine Optimization), ou otimização para mecanismos de busca. O SEO é um conjunto de técnicas que ajuda a colocar seu site no topo dos resultados de busca. Além de facilitar a visualização do conteúdo para os motores de busca, SEO também ajuda a impulsionar o rankeamento de sua página, de modo que o conteúdo será encontrado nas primeiras páginas, onde os usuários vão encontrá-lo mais facilmente.

A Internet está se tornando cada vez mais competitiva e as empresas que realizam SEO terá uma vantagem decidida no número de visitantes e clientes.

Essas configurações conseguem gerar um tráfego melhor e garantem a autoridade das suas páginas. O conceito do SEO é muito simples, quanto mais otimizado o seu site estiver, melhor será os resultados e a indexação do seu site no Google.

Com o SEO você consegue ficar atento a melhorias tanto na estrutura, quanto no conteúdo do seu site.

Tudo isso levando em consideração quatro pontos extremamente importantes:

1.    Palavras-chave;

2.    Relevância do conteúdo;

3.    Link Building;

4.    Experiência do usuário.

Palavras-chave

o que mudou no google ads

As palavras-chave são os termos que o Google utiliza para encontrar alguns resultados na web.

De um jeito simples, essas palavras são como um índice para o Google encontrar sua página e ver se o site tem mesmo relevância para aquela busca.

O ideal é que estas palavras estejam muito bem colocadas, distribuídas de forma eficaz e natural em todo conteúdo.

Relevância do conteúdo

Neste caso é importante estar atento ao que é colocado no site. O Google consegue fazer a análise de relevância através de originalidade do conteúdo, tamanho do material escrito, e qual a ligação do texto com as palavras-chave.

Link Building

O Google também leva em consideração os links que sua página possui. Contam os links internos e externos.

Os links internos são aqueles usados dentro do seu post, fazendo referências a outros conteúdos do seu próprio endereço. Já os links externos, são quando outras páginas fazem referência ao seu conteúdo.

Saiba mais: Link Building

Experiência do usuário

Outro ponto importante é a experiência do usuário em seu site. O SEO possibilita que organize seu site também levando em consideração:

1.    Tempo de carregamento da página;

2.    Design que facilita a interação;

3.    Adaptação de site para mobile;

4.    Códigos limpos.

Benefícios do SEO

o que mudou no google ads

Alguns fatores externos nos quais você não tem controle, podem ser consequências positiva do planejamento e otimização dos elementos internos e são fatores a se considerar quando se trata de SEO.

Confiabilidade: Sites mais antigos, especializados e com plataformas user-friendly são facilmente enquadrados nessa categoria, mas isso não impede que novos sites de conteúdo ou e-commerce fiquem pra trás. Com o conteúdos planejados, completos e verificação de identidade (uma pessoa real e não robô gerindo a página), podem fazer frente ao tradicional, virando até referência digital no segmento direcionado

Indicações externas também são cruciais nesse momento. Citações orgânicas, textos-âncora e indicações de fontes confiáveis mantêm o ~buzz~ social que a sua empresa precisa.

Qualidade x quantidade: As indicações externas são rankeadas de acordo com a relevância e visibilidade do site, ou seja, citações de sites-referência são mais pontuais do que diversas citações de fontes novas. Mesmo assim, é importante manter um equilíbrio

Social media: Apesar de polêmico, pois o próprio google já afirmou que postagens em redes sociais não são rankeadas pelo SE, a reputação na era digital muitas vezes pode ser construída ou destruída de acordo com a gestão de mídia social

Dados geográficos: O direcionamento por região (país, cidade, etc) é importante para SEO, pois procura atingir possíveis visitantes em uma determinada localização.

Qual escolher: SEO ou Google Ads?

o que mudou no google ads

As duas opções possuem seus prós e contras, e sim, ambas são eficazes dependendo de cada estratégia. Entretanto, o SEO continua sendo o mais indicado para fortalecer uma marca.

O mais importante é ter objetivos claros e conhecer os hábitos de seus consumidores para que uma boa estratégia seja traçada em ambos os casos.

Embora o Google Adwords possibilite que estes anúncios cheguem para os usuários, de nada vai adiantar se o seu conteúdo não for relevante, ou não estiver muito bem estruturado. Se tiver um site devidamente otimizado, automaticamente sua posição melhora e a garantia de converter visitantes em leads é bem maior.

O fato é que, com o SEO você terá um trabalho de longo prazo, sempre podendo melhorar o desempenho do seu site. O SEO é um trabalho constante porque acontecem diversas mudanças nos algoritmos do Google que interferem diretamente no posicionamento das páginas, e tais mudanças são necessárias para aprimoramento do sistema de busca que visa trazer resultados cada vez mais relevantes aos usuários. 

O trabalho de SEO contempla uma das melhores estratégias para mostrar ao Google que o site é relevante. Atualmente existem mais de duas mil regras para deixar um site dentro dos parâmetros do Google, e a função do SEO é aplicar essas regras para que seu site fique bem posicionado.

Saiba mais sobre SEO: O que é otimizar as páginas de seu site para SEO?

Saiba que 90% das pesquisas realizadas na Internet são feitas pelo Google e o buscador receber mais de cinco mil pesquisas por segundo. Usando a estratégia certa, é possível ter uma boa posição nas pesquisas. O trabalho de SEO gera relevância e melhora a credibilidade para o site, por isso ficar bem posicionado é tão importante para qualquer empresa. Seguindo as regras do Google, seu site será sempre bem posicionado, dando mais credibilidade e tornando sua empresa uma referência no mercado.

Então se o seu interesse é fortalecer o negócio com conteúdo de qualidade, e criar um vínculo com seus visitantes, o melhor é investir no SEO para obter sucesso.

Gostou desse conteúdo?

 Não deixe de compartilhar!

Até a próxima!

Autor

Mônica De Paula

Alpinista de SERP, profissional em posicionamento digital e estratégias online.

Linkedinhttps://www.webpeak.com.brmonicadepaula@webpeak.com.br

Últimas Postagens WebPeak

Últimas Noticias WebPeak