Google Search Console: Entenda o funcionamento

25/7/2018

Google Search Console: Entenda o funcionamento

Você já ouviu falar em Google Search Console?

Esse serviço da Google é essencial para qualquer pessoa que tem um site e se preocupa com o desempenho de suas páginas no buscador. Nessa postagem eu vou te contar tudo sobre ele e como você pode usá-lo em favor do seu negócio. Aproveite para deixar um comentário ao final caso algum tópico não fique bem explicado, ok?

Vamos lá!

Leia também: Guia Definitivo - Desvendamos Todas as Ferramentas do Google Search Console

O que é Google Search Console?

Google Search Console: Entenda o funcionamento

É também chamado de Webmaster Tools ou Google Webmasters, mas não por ter esse nome que pode ser usado apenas por desenvolvedores. Se você tem um site, blog ou e-commerce, não sinta-se intimidado pois a interface do Search Console assim como a de todos os serviços da Google é de muito fácil utilização.

Você vai conseguir dentro do Search Console entender as suas páginas indexadas. É um conjunto de ferramentas de análise e acompanhamento de usuários essencial para todo e qualquer site. Utilizar essa ferramenta é essencial para encontrar problemas e diversas informações vitais para o negócio online

Sua utilização diária e com frequência não irá consertar suas páginas, mas te dará uma excelente direção dos passos a serem tomados. Definitivamente é uma das plataformas mais fáceis de se trabalhar, embora às vezes exige um pouco mais de dedicação para compreendê-la.

Não deixe de ler: 7 Dicas que Você Precisa saber para Aparecer na primeira página do Google sem pagar para ele

Ferramentas do Google Search Console

Vamos listar aqui as ferramentas mais importantes. É claro que sempre vale explorar todo o conjunto de ferramentas com calma pois são todas de fácil utilização e podem ser muito úteis para você e seu negócio ;)

1º ferramenta Google Search Console: Aparência de pesquisa (Search Appearance)

Na área Search Appearance, é possível analisar as otimizações que você pode realizar para melhorar a aparência da sua página quando aparecer nos resultados de busca do Google, uma vez que a ferramenta faz a leitura de títulos, descrições, imagens, etc. É importante que você entenda que a maneira como as suas páginas aparecem na SERP vai ser muito importante para garantir o clique orgânico!

2º ferramenta Google Search Console: Tráfego de pesquisa (Search Traffic)

Google Search Console: Entenda o funcionamento

Esta ferramenta é útil para mostrar o que as pessoas estão procurando no campo de busca. O relatório consegue apresentar o tráfego orgânico para a sua página, e tirar insights de possíveis otimizações.

Entender o comportamento dos usuários dentro da sua página é muito útil para ter um conteúdo cada vez mais relevante e conseguir uma melhor taxa de conversão.

Com essa ferramenta é possível:

1. Palavras-chave do seu site que apareceram nos resultados de busca;

2. Páginas do seu site que foram referenciadas;

3. Países que acessaram seu site;

4. Quais foram os acessos em aparelhos móveis e desktop;

5. Identifica quais foram as pesquisas para web ou imagem;

6. Análise por datas;

7. Quantidade de cliques;

8. Quantas visualizações o link teve para o seu site;

9. CTR (click-through-rate);

10. Posição média do seu site nos resultados de busca.

Não deixe de ler: Como fazer pesquisa no Google

3º ferramenta Google Search Console: Índice do Google (Google Index)

Google Search Console: Entenda o funcionamento

O Google Index mostra as páginas indexadas pelo Google, como está o desempenho do site e a identificação de palavras-chave, assim como as páginas que foram bloqueadas e as que foram removidas.

Sempre fique atento aos seguintes pontos:

1. Mudanças que demonstram problemas de segurança;

2. Quedas inesperadas, pois indicam servidor sobrecarregado ou dificuldade de acesso ao seu conteúdo;

3. Volume de índices altos, indicando conteúdos duplicados;

4. Aumento de páginas indexadas, uma vez que o Google passe a rastreá-las.

4º ferramenta Google Search Console: Rastreamento (Crawl)

Com essa ferramenta é possível entender como o Google rastreia seu site para indexar e quais os problemas encontrados. Se existem dificuldades para os robôs (no caso do Google, o GoogleBot) vasculharem as páginas do seu site na busca de conteúdos relevantes você terá um apontamento de como resolvê-las.

Veja também: Como funciona o GoogleBot

Problemas de segurança

Google Search Console: Entenda o funcionamento

Se o seu site tiver sido invadido ou infectado, você ficará sabendo com essa ferramenta. É possível impedir que esses acidentes aconteçam seguindo as próprias orientações do Google.

Quando o problema for detectado o indicado é analisar o código e solicitar revisão. Depois que for corrigido basta solicitar um pedido de reconsideração, para que o Google possa analisar novamente o site e garantir uma boa imagem com o buscador.

Separamos este conteúdo para você: HTTPS: Protocolo de segurança para classificação do seu site

Essas ferramentas vão te ajudar a fazer as otimizações necessárias para que o Google tenha uma boa imagem do seu site e que você não seja penalizado ou perca muitas posições.

É claro que o Google Search Console não é tudo, especialmente para fazer um trabalho de SEO completo, mas é possível utilizá-lo como um importante aliado para fazer uma análise no seu ambiente e como ele está sendo visto pelo buscador.

Existem outras ferramentas importantes que você poderá explorar também, são elas:

1.    Academia de webmaster;

2.    Pesquisa personalizada;

3.    Domínios do Google;

4.    PageSpeed Insights;

5.    Google Meu Negócio;

6.    Google Merchant Center;

7.    Assistente de marcação de dados estruturados;

8.    Ferramenta de teste de dados estruturados;

9.    Markup Tester para email.

Agora que você conhece as ferramentas, vou te dar dicas que como usar o serviço. =)

Dicas para utilizar o Google Search Console

Google Search Console: Entenda o funcionamento

Quando você passa a utilizar o serviço, caso ocorra algum problema com o seu site, você receberá um e-mail informativo sobre o evento. Você também tem acesso a uma lista de principais problemas detectados pelo serviço, mas em geral, eles estão relacionados a tentativas de invasão e problemas para indexar sua página. Você sabe como sua página é indexada ao Google?

Conheça o processo de indexação: Google Cache: tudo o que você precisa saber

Mensalmente você deverá verificar o painel do Google Search Console. No painel você poderá verificar a integridade do seu site, com a análise dos erros e estatísticas de cliques, com a indicação de tempo onde houve aumento ou diminuição para que você não tome susto algum em épocas onde é normal que os acessos diminuam. Tudo isso lhe será indicado por esse serviço poderoso.

Todas as vezes que alterar o conteúdo do seu site ou blog, você deverá fazer algumas verificações para que o serviço continue funcionando e coletando suas informações. A Google lista algumas dessas verificações, selecionamos as mais relevantes para você. Acompanhe:

Se adicionar conteúdo novo ao site:

Você deverá testar se o Google consegue acessar suas páginas com o Google Bot Fetch.

Informe ao Google quais as páginas que serão rastreadas atualizando seu sitemap.

Informe ao Google quais páginas não deverão ser rastreadas com robots.txt.

Semanas após a postagem, você deverá confirmar se o número de páginas indexadas no seu site está aumentando e se você não tem recursos bloqueados que possam prejudicar o rastreamento do Google das suas páginas.

Leia mais: Você vai vender mais com a WebPeak

Se adicionar propriedades novas:

1. Configurar um site para dispositivos móveis: A Google recomenda usar um único site que possa ser exibido em qualquer dispositivo, ainda assim, se você tem um site separado para mobile, adicione ao Google Webmasters e adiciona as tags <link rel=”alternate”> para conectar ao seu site principal.

2. Alterar o nome de domínio do seu site: Você deverá usar a ferramenta Alteração de endereço para informar à Pesquisa Google o novo domínio de seu site.

3. Quiser remover uma página dos resultados da pesquisa: Você deverá utilizar a ferramenta de remoção de URL ou impedir a indexação da página configurando em seu código-fonte o robots.txt

Entenda como funciona o robots.txt 

Acredito que eu tenha te contado tudo sobre o Search Console! Agora é só acessar e começar a fazer suas próprias verificações. Espero que tenha gostado do conteúdo, comente aqui o que achou e se tiver qualquer dúvida, compartilhe-a em nosso fórum dedicado a SEO!

Assine nossa newsletter e fique por dentro de dicas incríveis para você quer ter mais acessos e vender mais.

Até a próxima =)

Autor

Gabriel Heitzmann

Viciado em tecnologia e em café. Falo pelos cotovelos.

Linkedinhttps://www.webpeak.com.br/contato@webpeak.com.br

Últimas Postagens WebPeak

Últimas Noticias WebPeak