Google

O que é Black Hat? Saiba a importância de evitar estratégias que geram punições

08
Feb
2021

Victoria Ribeiro

Sou uma redatora cabulosa, estou aqui para sabotar seu raciocínio.

Ver o site no topo dos resultados do Google é o objetivo de grande parte dos negócios que, muito certinhos, estão pensando o marketing digital como estratégia de negócio. Mas já pensou se depois de todo trabalho você descobrisse que seu site foi severamente penalizado pelo buscador, e por isso sequer aparece nas pesquisas? 

Essa é uma realidade para quem pratica o chamado Black Hat. Se você aplicar alguma dessas estratégias no site do seu negócio, é bem possível que perca todo o investimento feito e precise se esforçar o dobro, em seguida, para conseguir gerar resultado novamente.

O que é Black Hat? 

Talvez você nunca tenha ouvido falar em Black Hat, mas a verdade é que ele faz parte do cotidiano dos profissionais de marketing há muitos anos. Geralmente, essas são técnicas utilizadas por pessoas que acabaram de entrar no mercado e querem gerar tráfego rápido, mas sem nenhuma qualidade. 

O Black Hat, explicando de maneira mais direta, são técnicas e ações que ferem os princípios do Google. Ou seja, são más práticas, declaradas oficialmente pelas normas do buscador como artifícios passíveis de punições graves. 

Geralmente, as técnicas de Black Hat se aproveitam de brechas ou pequenas falhas no algoritmo do Google para rankear as páginas do site de maneira indevida, utilizando princípios que ferem ao que o buscador prega. Muitas vezes, essas práticas incluem gerar conteúdo inútil para o leitor, apenas para rankear palavras-chave, ou fazer spam em comentários de outros sites. 

No passado, essas práticas até funcionavam por algum tempo, ainda que fossem penalizados logo em seguida. Mas é importante lembrar que, hoje, o Google e todos os outros buscadores estão muito mais eficientes e sistemáticos, e mesmo deslizes pequenos na elaboração de um site já pode render uma penalização rápida. 

Ainda neste artigo você vai entender quais são as práticas de Black Hat e como elas podem prejudicar o crescimento do site do seu negócio!

Consequências do Black Hat SEO

Já imaginou se, de repente, seu site desaparecesse completamente de todas as páginas de pesquisas do Google? Essa é uma das punições mais graves aplicadas pelo buscador e uma consequência comum para quem aplica Black Hat SEO.

As penalizações são aplicadas de acordo com o tipo de prática negativa cometida. Se a infração for leve, o seu site pode perder posições nas páginas de pesquisa do Google, mesmo que você tenha feito todo o processo de otimização. 

Porém, infrações de Black Hat SEO mais graves podem retirar completamente seu site da indexação do Google, e até mesmo reduzir a autoridade e confiança conquistados por você ao longo do trabalho. 

Quais as diferenças entre Black Hat, Gray Hat e White Hat? 

Mas não podemos falar em Black Hat SEO sem falar, também, de seu inverso, que é o White Hat ou ainda do Gray Hat. Apesar de não serem termos muito conhecidos, entender a diferença entre eles pode ajudar você a fazer uma gestão mais eficiente de sua estratégia de marketing digital.  

Black Hat SEO

Já falamos um pouco de Black Hat, e talvez você já tenha entendido que essa é uma espécie de "atalho", utilizado de forma indevida para rankear páginas mais rápido. 

O problema é que geralmente essas práticas não rendem um tráfego qualificado, o que prejudica o SEO do site a longo prazo, e ainda são práticas que podem ser duramente penalizadas pelo Google. 

White Hat 

Diferente do Black Hat, o White Hat são as boas práticas, recomendadas pelo Google para todos que querem rankear o site de forma segura e saudável. O resultado do WhiteHat são positivos e contínuos a médio e longo prazo, e rendem um tráfego qualificado, com público formado por clientes em potencial. 

Gray Hat 

Um conceito complexo, que ainda confunde muita gente, é o do GrayHat. Ele também é bem diferente do Black Hat SEO e é bem menos passível de punição que o mesmo, mas ainda assim reúne algumas técnicas que não são recomendadas pelo Google. 

No caso do Gray Hat, o site segue a maioria das diretrizes do WhiteHat, mas ainda peca em alguns detalhes que se caracterizam como BlackHat. A diferença crucial entre os dois é que o Gray Hat é muito mais sutil em suas infrações, e costuma praticá-las em breves períodos e em baixa escala. 

Quais as técnicas de Black Hat mais comuns (que geram punições)? 

Você já entendeu o que é o Black SEO e suas consequências, mas provavelmente ainda está em dúvida sobre as práticas que podem ser uma infração para o Google, certo? Nesse caso, não se preocupe! Reunimos algumas das práticas mais comuns e perigosas, que devem ser evitadas por você a todo custo. Confira!

Keyword Stuffing 

É uma das infrações mais conhecidas e praticadas, e rendeu punições graves, como a completa exclusão da página na indexação do Google. O Keyword Stuffing se resume a preencher um texto de palavras-chave, mesmo que não tenham relação com o conteúdo do texto. 

O resultado são textos que levam uma péssima experiência do usuário. Lembre-se: o objetivo central do Google é levar uma experiência positiva (e cada vez melhor) para os usuários, e por isso é muito mais importante que você se preocupe em produzir um bom conteúdo, do que em usar muitas palavras-chave no texto. 

Links e conteúdos ocultos

No passado, era muito comum que as pessoas colocassem dois tipos de conteúdo em uma mesma página. Um desses conteúdos era voltado para o usuário, e o outro era totalmente oculto, e tinha como única função indexar o texto no Google. 

Essa é uma prática de Black Hat SEO grave, já que o Google considera desonesto colocar conteúdo oculto. O objetivo do conteúdo é, justamente, ser atrativo para o leitor... Mas se ele está oculto, qual o papel do mesmo para o usuário? Nenhum.

Spam em comentários

Outra prática de Black Hat SEO comum é o spam. No passado, essa era uma tentativa de gerar backlinks de maneira rápida, mas a verdade é que ninguém, nem mesmo o Google, gosta disso. 

O resultado é penalizações que podem fazer a autoridade de seu site ou até mesmo seu ranking caírem de maneira abrupta. 

Fica claro, então, que o melhor mesmo é trabalhar uma estratégia focada em White Hat, certo? Afinal, fazer todo o trabalho de marketing digital e perder os resultados por causa de penalizações é um problema - que, felizmente, pode ser evitado. 

Falando de coisa boa, conhece as ferramentas de SEO da WebPeak? Entre em contato conosco! Temos soluções a partir de mensurações de dados, hoje, a precisão é tudo! 


Últimas Postagens WebPeak

Ferramentas de WebMaster

Novidade: Google lança Search Console Insights

Marketing

Industrias no ecommerce: mudanças no comportamento do consumidor

Marketing

Como PIX mudou o comportamento e compra online

E-Commerce

Como criar eventos Google Tag Manager