NÃO QUERO IR AO EVENTO

Cupom de Desconto VTEX DAY 2019

Utilize o Cupom de 30% Desconto para o VTEX DAY 2019

Cupom de Desconto VTEX DAYCupom de Desconto VTEX DAY

USE O CUPOM: WEBPEAKVTEXDAY

COMPRE COM O CUPOM DE DESCONTO

Passo a passo de como indexar site no google

29/8/2018

Passo a passo de como indexar site no google

Já está com seu site pronto? Antes de qualquer coisa é preciso montar sua página, sempre se atentando para fatores como SEO, experiência de usuário e design responsivo. A partir daí você pode ter certeza que poderá vê-lo em breve no topo dos rankings do Google

Não é nenhuma novidade que os mecanismos de busca estão entre as principais fontes de tráfego orgânico, o que acaba sendo indispensável buscar a indexação nesses sites o mais rápido possível. Desta forma, seu conteúdo será encontrado pelo público e alcançará os objetivos elaborados previamente para o sucesso do seu negócio. 

O que muitas pessoas não sabem é que, ao invés de esperar até que o Google faça isso naturalmente,  é possível dar aquela acelerada no processo usando algumas táticas na hora da indexação, uma vez que esperar pode levar um tempo bem extenso.  

Agora, se você não sabe nada sobre o assunto veio parar no lugar certo. Quer saber como indexar página no Google? Neste artigo vamos te mostrar no passo a passo a seguir.

Confira!

Entenda como o Google opera

Passo a passo de como indexar site no google

Antes de começar é preciso dar uma introdução básica sobre o funcionamento do Google. Afinal, conhecer sobre com o que vai lidar é essencial para evitar dores de cabeça futuramente. 

É bem simples para entender como o Google opera, ainda mais com as mudanças que os algoritmos da plataforma tem recebido para se adequar ao novo foco que é a experiência do usuário. 

Assim, quanto melhor você conhecer as especificações do Google, não apenas será mais fácil ser encontrado pelo público, como também conseguirá oferecer algo que a plataforma realmente identifique como relevante. 

Mas afinal de contas, como funciona o processo de indexação? 

Os robôs de rastreamento do Google, mais conhecidos como Googlebots, usam algoritmos avançados para buscar por bilhões de páginas web. Geralmente esses robôs vão em busca por sites novos, alterações em sites existentes e sites/links inativos, e com base nas informações encontradas nessa varredura detalhada, os índices de pesquisa são atualizados. 

Talvez você esteja se perguntando: como esses robôs sabem onde procurar? Em primeiro lugar, eles refazem os “trajetos já conhecidos”, por assim dizer. Mas existem outros fatores, como sitemaps e links externos, otimizados no site. 

O que você precisa saber inicialmente é que esses robôs são importantes, e são eles que encontrar o seu site para indexar no Google. Agora, como fazer isso nós iremos te falar já.

Para saber mais sobre o assunto: Como funciona o Google

Passo a passo para indexar uma página no Google

Já sabemos o quão importante é o papel da indexação para o SEO e como o Google faz esse rastreamento, agora vamos aprender o que fazer para indexar uma página no Google. 

Alguns passos que iremos tratar a seguir levam apenas alguns minutos para serem executados, enquanto outros exigem um pouco mais dedicação, contudo, todos são fundamentais para que o seu site seja encontrado o quanto antes. 

Aqui vão as 10 práticas que você precisa realizar:

1. Apresente sua URL para o Google

O primeiro  passo é bem simples, para você ter uma página indexada a primeira coisa a ser feita é apresentar a URL do seu novo site ao Google, algo muito básico.

Algumas pessoas são contrários a essa prática, já que existem tantas outras formas — que também vamos tratar aqui — para conseguir isso. Entretanto, basta pensar que essa não é uma tática black hat, nem causa qualquer tipo de punição pelo Google.

Ao contrário do que essas pessoas pensam, essa é uma ferramenta que o próprio site coloca à sua disposição, e foi pensada tanto para facilitar a vida de quem tem um site novo, quanto dos bots que precisam rastrear tudo com rapidez.

Por conta disso, não há motivo real para deixar de usar o envio de URL. O processo é simples, basta acessar esse link para enviar o pedido de rastreamento. Agora é só esperar? Não mesmo! É aqui que partimos para o segundo passo.

 

Leia também: Quer saber como aparecer no Google? Este conteúdo é para você!

2. Crie um blog

Passo a passo de como indexar site no google

Quando você tem um blog atrelado ao seu site irá torná-lo mais relevante, o que serve até para ajudar na indexação.  

O motivo para isso funcionar é que os blogs geram muito mais páginas e links, por conta disso acabam tendo uma quantidade muito maior de conteúdo para ser indexado, em comparação aos sites que apenas possuem páginas estáticas. 

Segundo dados de uma pesquisa realizada pela Unbounce, uma das empresas mais conhecidas do mundo quando se fala em conversões de marketing, blogs têm 434% mais páginas indexadas e 97% mais links indexados! 

Assim que nos deparamos com dados tão expressivos, não há como negar que um blog é um ótimo aliado para ajudar na indexação. É verdade que o esforço é constante, mas os números não mentem. Quanto antes começar a produzir conteúdo, mais fácil será para chamar a atenção do Google para o seu site.

3. Crie um sitemap do site

Outro elemento importantíssimo na hora de indexar uma página no Google é o sitemap, ou mapa do site. 

O sitemap é basicamente uma lista com as URLs de todas as páginas do seu site e blog, e será utilizado para apresentar ao Google   exatamente o que deve ser indexado. 

Explicando de forma rápida o sitemap fornece metadados sobre cada uma dessas URLs, em outras palavras, informações importantes como a frequência com que são alteradas e a relevância de cada uma em relação as outras do mesmo site. 

Você também não será punido por ter um sitemap, até porque o próprio Google indica aos novos sites que tenham um. Por possuírem poucos links externos, os sites novos se beneficiam muito desse mapa, que facilita a busca dos bots, dando a eles informações muito úteis para o rastreamento.

4. Use o Google Search Console

O Search Console é uma ótima ferramenta para quem tem um site, tanto para a indexação quanto para a manutenção das páginas. 

Só para destacar a relevância desse recurso  oferecido pelo Google  , podemos levar em consideração que dois dos passos que mostramos até agora (1 e 3) podem ser feitos por meio dele. 

Fora isso, é possível saber se algo deu errado com o rastreamento das suas páginas por meio de um dos relatórios de erro do Search Console. Caso haja qualquer problema com a indexação, esses relatórios irão indicar até o que deve ser feito para resolver a situação e não atrapalhar por mais tempo o andamento da sua estratégia. 

Dessa forma, terá as páginas do seu site sempre aparecendo nas pesquisas certas. E para finalizar, é possível até receber alertas por e-mail em caso de problemas mais graves que o Google encontrar.

Não deixe de ler: Google Search Console: tudo que você precisa saber sobre Webmaster tools

5. Instale o Google Analytics

Passo a passo de como indexar site no google

O Google Analytics é a ferramenta de análise de métricas do Google bem conhecida. Com essa ferramenta é possível acompanhar dados importantes do site, como o número de visitas, interesses e preferências dos visitantes, entre outros dados que são extremamente importantes na mensuração de negócio. 

Para instalar o Analytics é preciso copiar um código de rastreamento direto no código-fonte do seu site. Dessa forma ferramenta identifica que o usuário realmente é proprietário do site em questão, podendo acompanhar os dados gerados por ele sem qualquer risco de violação. 

Explicando de forma mais simples, quando você ativa essa conta  é como se o seu site estivesse dizendo ao Google que está disponível para visitas, ou seja, pode agilizar o processo de indexação pelo gigante das buscas.

6. Use o arquivo robots.txt

Quando você utiliza apenas o sitemap pode haver um pequeno problema que é, nesse caso, todas as páginas do site sendo indexadas, sem exceção. Isso inclui aquelas páginas que você não quer que apareçam nos resultados de busca, como as que contém conteúdo duplicado, login para áreas restritas, etc. 

Neste caso os bots automaticamente procuram por um arquivo no seu site, chamado robots.txt, que diz o que você permite ou não indexar. Se os robôs não encontrarem esse arquivo em lugar algum, vai ser compreendido que todas as páginas devem ser incluídas na indexação. 

O robots.txt não é uma medida de segurança, mas pode até fazer com que uma página já indexada saia dos mecanismos de busca.

7. Mergulhe no marketing de conteúdo

O segredo é não pensar apenas na ação a curto prazo, vale iniciar o quanto antes uma estratégia sólida e documentada de marketing de conteúdo. E vamos te dizer o porquê. 

O Google vai aos poucos indexando seus posts novos e o apresentando aos leitores em potencial. Conforme o tempo for passando, já terá links suficientes brigando por posições privilegiadas nos rankings de pesquisa. 

Esperar muito para começar a produção de conteúdo é desperdiçar um tempo valioso, que poderia ser usado depois da melhor forma para gerar leads e fechar vendas. 

Uma vez que você já sabe que o foco do Google está na experiência e satisfação do usuário, ter conteúdo de qualidade é essencial não só para ter uma página indexada, mas para que ele considere seu site uma referência no assunto em questão.

Não deixe de ler: Marketing de Conteúdo e SEO: Como construir links

8. Faça um trabalho de link building

Nessa altura do campeonato você já entendeu que quanto mais links para o seu site espalhados pela web, melhor. E é pensando nisso que é muito bom fazer um trabalho adequado de link building. 

Isso significa que em primeiro lugar, você deve fazer links internos, direcionando o leitor para outros posts do seu blog. Se fizer esses links, quando uma página for encontrada pelos Googlebots abrirá as portas para muitas outras também serem achadas. 

Para os mais elaborados, faça guest posts para conseguir links externos apontando para o seu domínio. Só tome cuidado e busque escrever para blogs que sejam referência, pois assim o Google entende que o seu site também é confiável.

9. Seja ativo nas redes sociais

Se você não possui um perfil comercial é bom começar a ter acesso a essas plataformas, pois esses perfis também ajudam na indexação de páginas. 

Se você já possui os perfis, mas não tem o costume de utilizá-los com frequência mude a estratégia, passe a atualizar constantemente, e coloque neles o link para o novo site ou blog. Pequenos detalhes já serão suficientes para que o Google o encontre enquanto vasculha a web em busca de novidades. 

Lembre-se que o Google usa a influência dos seus perfis como indicador de confiança, que contribui para uma classificação melhor nos resultados de busca.

Separamos para você:  Marketing de conteúdo: passo a passo para treinar, reter e fidelizar clientes

10. Promova a sua nova página

Para finalizar os passos, mas ainda continuando no nível de importância, continue buscando novas oportunidades de promover o seu site e entrar de vez no radar do Google. 

Você pode compartilhar novos blog posts nas redes sociais, ou então colocar seu link na descrição de um vídeo para o youtube, assim será mais fácil para os usuários encontrem seu site, e que o próprio Google faça a indexação rapidamente. 

Vale também colocar um link na sua assinatura do e-mail, e até apresentar o site para assinantes de alguma lista de envios que já possua são outras formas de torná-lo conhecido. 

Esses são os passos para indexar seu site no Google! Siga as instruções para garantir que todo o trabalho realizado na criação do site seja recompensado o mais rápido possível. 

Esperamos que este artigo tenha ajudado, continue nos acompanhando e não esqueça de assinar nossa newsletter para receber conteúdos exclusivos. 

Até logo!

Autor

Mariana Chaves

Produtora de Conteúdo especialista nas palavras que te elevam e levam ao foco do negócio.

Linkedinhttps://www.webpeak.com.brcontato@webpeak.com.br

Últimas Postagens WebPeak

Últimas Noticias WebPeak