NÃO QUERO IR AO EVENTO

Cupom de Desconto VTEX DAY 2019

Utilize o Cupom de 30% Desconto para o VTEX DAY 2019

Cupom de Desconto VTEX DAYCupom de Desconto VTEX DAY

USE O CUPOM: WEBPEAKVTEXDAY

COMPRE COM O CUPOM DE DESCONTO

Precisamos falar sobre post satélite!

5/8/2019

Precisamos falar sobre post satélite!

O Google, como um dos maiores mecanismos de busca, está mudando seu algoritmo para favorecer os conteúdos de post satélite.

Por isso é muito importante falar sobre post satélite!

Como funciona o post satélite?

O que isso significa? O SEO (Search Engine Optimization) está explorando um novo jeito de usar o link building como um grupo de posts em um post principal, por isso post satélite.

Funciona como um satélite mesmo!

O motivo para isso é a competição entre os sites que procuram se destacar nas SERPs. Ranquear em primeiro lugar está cada vez mais acirrado e as práticas de SEO aprimoraram para um novo modelo que dá valor para os sites focados em conteúdos.

O nome desse agrupamento de conteúdo é mais conhecido como Topic Clusters. Ele ocorre quando um post pilar funciona como núcleo e possui diversos links para conteúdos relacionados ou posts satélites que linkam de volta para esse núcleo.

Junto com o sistema de link building, o Google vai levar em conta um conteúdo referenciado como relevante e aumentar a sua autoridade, mas não se esqueça: valorizar a linkagem interna é super importante para você mostrar para o Google quais são os conteúdos mais relevantes do seu site.

Não por menos, o sistema de post satélite leva uma arquitetura de site mais limpa e organizada que facilita essa visitinha do algoritmo do Google. Isso acontece justamente por conta desse guia feito pelos links internos da página.

Nesse conteúdo, a gente te mostra quais são os principais benefícios da prática e como aplicá-la como uma estratégia infalível!

estratégia de post satélite


Por que usar a estratégia de post satélite?

Os especialistas em Marketing Digital e SEO devem rever a estrutura do site para atender essas modificações, pois os motores de busca mudam seus algoritmos em resposta às mudanças de comportamento dos consumidores. Um bom empreendedor sabe a importância de dados como esse. 

Hoje em dia, todas as pessoas estão arriscando buscas mais complexas e que, sem dúvida, encontrar um resultado mais preciso possível. Para prover isso, os mecanismos de busca evoluíram e agora conseguem distinguir conexões entre assuntos e consultas.

Os “robôs” algoritmos estão no ponto de compreender o contexto por trás da intenção da busca.

Após isso, eles gravam as buscas e esses contextos o momento que ocorre outra consulta similar. Assim o Google consegue entregar as páginas que melhor atendem pesquisas futuras. É feito, portanto, uma análise de comportamento dos usuários.

Em relação a esse modelo, o Google Hummingbird 2013 realizou uma atualização em seu algoritmo para dar atenção somente as palavras-chave de um determinado conteúdo. Isso influenciou e muito as práticas de SEO tem, agora, como importância estratégica o bom uso dessas palavras-chave.

No hall de mudanças importantes temos também a atualização do Google RankBrain 2015, com um novo algoritmo de aprendizado projetado para entender o contexto das consultas de pesquisa. Esse código relaciona as buscas anteriores a temas parecidos, seleciona diversas palavras-chave e frases que se relacionam à consulta e, com isso, acaba encontrando melhores resultados.

Essas mudanças acarretam diretamente resultados diferentes para os links internos. Eles são utilizados para facilitar a navegação e a experiência do usuário dentro do seu site e criar uma torre hierárquica de informações para mostrar o tema que é o que mais importa para ele.

Não por menos, achar um post satélite através de uma short-tail ou palavra-chave genérica é muito mais complicado, já que a concorrência para o topo da SERP é muito grande.

Mas vamos a parte boa da coisa!

Como o post satélite beneficia meu site?

Todos nós sabemos que quanto mais links internos um blog tiver, maior será o número de visualizações da página e, consequentemente, melhores serão as posições nas SERPs.

O outro lado da moeda é que é exatamente nas SERPs que o problema vai surgir se você não realizar uma linkagem interna boa o suficiente.

Uma estrutura complexa pode até parecer melhor, mas os motores de busca terão dificuldade para rastrear todas as páginas de uma maneira mais rápida.

Além disso, existem diversos concorrentes que produzem muitos conteúdos com tópicos parecidos, o que faz com que as páginas encontradas estejam em disputa entre si para ter as primeiras posições na SERP.

Por esse motivo, um conjunto de posts mais organizado é preciso para que uma página núcleo seja prioridade para o Google em comparação às outras e exibida como principal no determinado tema.

Como fazer a estrutura de post satélite para o meu site?

Imagine uma rede. A estrutura será mais ou menos assim, como uma rede que liga diversas linhas. Essas linhas são os links que guiarão os conteúdos para o conteúdo pilar, e estes, por sua vez, linkam para estes satélites, dando foram a um Topic Cluster.

Parece bonito, não é? E é mesmo!

Ao ligar os conteúdos internos para uma página pilar, os mecanismos de busca, como o Google, podem sem dificuldade verificar todo o conteúdo e identificar a relação semântica entre eles. Tudo fica mais fácil!

Essa forma nova de arquitetura também aponta a profundidade do conteúdo, resultando uma maior autoridade. Desse modo, os algoritmos, como o RankBrain do Google, recompensam a ligação ordenada com uma maior posição nas SERPs.

Como criar uma estrutura de Topic Clusters? Te mostramos alguns passos simples!

Confira nossa check list:

1. Acompanhe suas páginas de conteúdo e faça grupos de tópicos

Primeiro encontre os tópicos principais e que são mais competitivos para você. Você pode ter ajuda de ferramentas de palavras-chave. 

Depois, você pode criar uma página com um conteúdo núcleo para linkar outros posts satélites

Dessa maneira, você terá uma maior facilidade de se organizar nos conteúdos que terá que escrever e de produzir uma estrutura de links internos dentro do seu blog ou site.

2) O tópico buscado precisa estar nas páginas pilar

A partir da pesquisa de palavra-chave você saberá que sua estratégia vai estar orientada à partir de dados concretos.

Então, lembre-se: é necessário que a escolha dos conteúdos linkados no post satélite tenham sentido de existir.

3) Não esqueça de atualizar os links nas páginas de conteúdos relacionados

Cada publicação no conjunto da estrutura precisa estar vinculada pelo menos uma vez ao texto pilar para que um mecanismo de pesquisa faça o reconhecimento do agrupamento dos tópicos.

Após definir sua página pilar, atualize os links dos posts satélites relacionados para formar uma estrutura em torno dela.

Ao passar do tempo, você pode monitorar o ranking da página pilar nos motores de busca.

Quando seu ranking estiver mais estável e sua autoridade sobre o assunto aumentar, você pode seguir a cadeia de agrupamento, vinculando-a a um novo tópico relacionado.

4) Foque nos tópicos que a sua empresa deseja rankear

Foque nos tópicos que você quer rankear, em vez de pensar somente em palavras-chave menores ou menos relevantes para o alcance dos seus objetivos em marketing.

Elas podem até te ajudar na sua estratégia mais geral, mas são os tópicos que servem como um protetor mágico sob o qual a sua estratégia de palavras-chave atua.

Para saber se a sua escolha de tópico para a página está boa, se faça a pergunta: esse post responderia à pergunta do leitor e é ampla o bastante para abrigar muitos links internos? Se a resposta for sim, continue nesse caminho.

5) Crie e otimize conteúdo

Para estar a par do conteúdo e os links dentro de um agrupamento de tópicos é importante registrar a sua estratégia. Use o melhor da sua criatividade e escreva

Sua estratégia de agrupamento depende do quão complexo é o tópico e do número de páginas às quais você está vinculando.

Dica para sua Estratégia: use uma Ferramenta de SEO

A  WebPeak possui mais de 16 ferramentas de SEO, que são indispensáveis para seu negócio,  ou seja, todas as ações eficazes de SEO estão presentes na plataforma, como:

Se você possui um e-commerce, a principal colaboração do SEO em seu negócio é que ele irá colaborar para geração de vendas. Afinal, uma vez que seu site esteja nas primeiras posições dos resultados de busca orgânica, maior visibilidade terá seu negócio e mais chances de converter vendas. Por outro lado, se seu negócio possui um blog, ele também será positivo, uma vez que seu blog precisa de leituras, e bem posicionado isso irá ocorrer.

Diante disso, é preciso que você compreenda que existem ferramentas de SEO que vão facilitar o processo de aplicação de SEO em seu negócio. A WebPeak possui um papel central quando o assunto é SEO, afinal, agregamos um conjunto completo com dezenas de ferramentas de SEO para seu negócio!

Muitas empresas estão investindo em Marketing de Conteúdo por esse motivo.


Não se esqueça de estar alinhado com suas propostas! 

Gostou do post? Então, acompanhe nossa newsletter!


Até mais!


Autor

Rebecca Seiko

Beletrista, ligada em tecnologias e professora de literatura apaixonada.

Linkedincontato@webpeak.com.br

Últimas Postagens WebPeak

Últimas Noticias WebPeak