Saiba como Criar e Enviar Sitemap Google, sem segredo!

29/8/2018

Saiba como Criar e Enviar Sitemap Google, sem segredo!

Olá, tudo bem?

Neste artigo vamos explicar como trabalhar da melhor maneira a indexação das páginas do site com a criação e envio de Sitemap Google, Bing e Yahoo.

O que é Sitemap Google, Bing e Yahoo?

Funciona como um modelo visual textualmente organizado da árvore de páginas de um site. Esse arquivo é estruturado em linguagem HTML de forma hierárquica com metadados (última atualização, frequência, prioridade, entre outros fatores).

Saiba como Criar e Enviar Sitemap Google, sem segredo!
Nesse exemplo, um bot de pesquisa encontrará todas as oito páginas em um sitemap com uma visita ao arquivo Sitemap XML. No site, ele terá que passar por quatro links internos para encontrar a página 8.

O objetivo dessas informações é facilitar a indexação de sites independente do motor de busca envolvido (Google, Bing ou Yahoo), uma vez que apresenta o caminho completo das páginas que existem no site. O indicado é que o Sitemap sempre apresente a hierarquia do site que será acessado pelos clientes/usuários (ambiente de produção/ no ar).

Informações que aparecem em um Sitemap:

  • Onde a página está localizada no site (sua URL):  <loc>http://www.meusite.com.br/pagina</loc>
  • Quando foi feita a mudança mais recente na página:  <lastmod>2017-10-15</lastmod>
  • Frequência que a página muda: <changefreq>mensalmente</changefreq>
  • Qual a prioridade da página no site em relação as outras:  <priority>1</priority>
Separamos para você: Reenviar Sitemap para os Principais Buscadores

Relação entre Robots e Sitemap

Arquivo no formato txt, criado no diretório raíz que controla a atividade de robôs (dos buscadores e ferramentas), permitindo ou bloqueando a análise e monitoramento das páginas de um site. Dentro desse arquivo é possível impedir que crawlers vasculhem partes ou um site em sua totalidade, também é indicado que o caminho do sitemap esteja disponível neste arquivo, a fim de facilitar a leitura e indexação das páginas.

O que é preciso para indexar as páginas do Sitemap?
  1. Criar o seu sitemap XML.
  2. Adicionar seu sitemap XML ao seu site.
  3. Inscrever o seu sitemap XML no Google.

Um Sitemap é importantíssimo para SEO. Então se você quer que uma página do seu site, vai querer incluí-la no Sitemap.

Agora, vamos falar sobre mais alguns tipos de Sitemaps Google, Bing e Yahoo.

Sitemap XML de Imagens

Esse tipo de arquivo foi criado pensando em melhorar a indexação das imagens presentes no site. No entanto, pensando em páginas de conteúdo completo as imagens são incorporadas ao conteúdo da página, portanto, elas serão rastreadas junto com o URL da página.

Além disso, a melhor prática é utilizar a marcação schema.org/ImageObject do JSON-LD para chamar propriedades de imagem para os mecanismos de busca, pois ela fornece mais atributos do que um Sitemap de imagem puro. Por causa disso, um Sitemap de imagem XML é desnecessário para a maioria dos sites.

A exceção a isso é se as imagens ajudarem a impulsionar seus negócios, como um site de fotos ou um site de vendas online que ganham sessões em páginas de produtos, a partir da Pesquisa de imagens dentro do Google.

Sitemap XML de Vídeos

Mesmo caso do Stemap de Imagens, se sua empresa possui vídeos importantes, envie um Sitemap de vídeo. Caso contrário, um sitemap de vídeo é desnecessário. Lembre-se de garantir a marcação de todos os vídeos com o JSON-LD como um schema.org/VideoObject.

Leia também: Aplicativos para criar vídeos: Crie sua estratégia de marketing do seu próprio celular

Sitemap XML de Notícias

Apenas sites registrados no Google Notícias devem usar este tipo de Sitemap. Dentro dele é possível incluir artigos publicados nos últimos dois dias, com um limite de até 1.000 URLs por Sitemap. É importante que você atualize com novos artigos assim que forem publicados.

Ao contrário de alguns conselhos de internet, os Sitemaps do Google Notícias não suportam URLs de imagens. O Google recomenda usar a imagem do schema.org ou og: image para especificar sua miniatura de artigo para o Google Notícias.

Sitemap XML Mobile

Esse é desnecessário para a maioria dos sites. Por quê? John Mueller (Webmaster Trends Analyst no Google) confirmou que os sitemaps para dispositivos móveis são apenas para páginas com recursos exclusivos. Não para compatibilidade com smartphones.

A menos que você tenha URLs exclusivas e especificamente projetadas para dispositivos móveis em destaque, um Sitemap Mobile não trará nenhum benefício.

Sitemap HTML

A diferença entre Sitemap XML e Sitemap HTML é que Sitemaps XML cuidam das necessidades dos mecanismos de pesquisa. Os sitemaps HTML foram projetados para ajudar usuários humanos a encontrar conteúdo.

Os sitemaps HTML geralmente são vinculados em rodapés de sites. Levando a equidade do link de todas as páginas do seu site. Você pode verificar as visualizações de página do seu Sitemap HTML no Google Analytics, e verá que pe um volume de acessos muito baixo. Caso contrário, é uma boa indicação que você precisa melhorar a navegação do seu website.

Poucos humanos o usam, eos mecanismos de pesquisa não precisam disso. Então não se preocupe com ele.

Sitemap XML Dinâmico

Utilizando o modelo estático, que é possivel criar pelo Screaming Frog, por exemplo, assim que você cria ou remove uma página, seu Sitemap está desatualizado. Se você modificar o conteúdo de uma página, o Sitemap não atualizará automaticamente a tag lastmod (última modificação). Se você não gosta ou não tem tempo de criar e fazer upload de Sitemaps manualmente para cada alteração, é melhor evitar os modelos estáticos.

Já os Sitemaps Dinâmicos, são atualizados automaticamente pelo seu servidor para refletir as alterações do site à medida que elas ocorrem.

Para criar um Sitemap Dinâmico:

  • Peça ao seu desenvolvedor para codificar um script personalizado
  • Use uma ferramenta dinâmica de gerador de sitemaps
  • Instale um plugin para o seu CMS, por exemplo, o plugin Yoast SEO para WordPress
Conheça o nosso Guia dos 27 Melhores Plugins para Wordpress

Como usar o Sitemap XML para Impulsionar o SEO

Conforme a internet evolui, os trabalho de SEO e o Google também, isso não é diferente quando falamos de Sitemap. Você pode não conhecer as complexidades de como implementar as mudanças de maneira a impulsionar indicadores de desempenho (KPIs) de SEO.

Os Sitemaps XML têm algumas limitações:

  • Um máximo de 50.000 URLs
  • Um limite de tamanho de arquivo não compactado de 50 MB

Sempre que exceder um dos limites, você precisará dividir seus URLs em vários Sitemaps XML. Esses Sitemaps podem ser combinados em um único arquivo que funcionará com um índice de Sitemaps, essencialmente, um sitemap para sitemaps. Isso explica o porque de vermos grandes lojas, blogs e portais de notícias com mais de um Sitemap.

Para que os mecanismos de pesquisa encontrem facilmente todas as páginas do site, você deverá:

  • Enviar seu índice de sitemap para o Google Search Console e as Ferramentas do Bing para webmasters
  • Especificar a URL do índice do sitemap no seu arquivo robots.txt
Para saber mais sobre Bing Webmaster Tools, veja a postagem.

Dados sobre Sitemap WebPeak

A indexação do seu Sitemap, vai além do envio do seu domínio para Google Search Console (GSC), então a ferramenta gera uma TAG que você adicionará ao Robots.txt de sua Plataforma para acelerar a indexação de seu site ao GSC.

Como encontrar essa Tag? É muito Simples, siga nosso passo-a-passo.

Primeiro Selecione o seu projeto, vá em Selecione a Ferramenta > Dados Sobre Sitemap

Saiba como Criar e Enviar Sitemap Google

Você pode fazer a configuração gerando um Sitemap - opção existente via WebCeo - (não recomendado, pois as plataformas geralmente criam esse arquivo automaticamente).

Para criar um Sitemap você pode usar várias ferramentas gratuitas, colocando apenas a URL do seu site e o processo é feito automaticamente. Veja algumas ferramentas:

Ou utilizar o seu Sitemap gerado por seu CMS (Recomendado).

Você será direcionado a aba Dados sobre Sitemap aonde a ferramenta mostrará a tag em forma de URL para ser adicionada ao arquivo Robots.txt do seu domínio.

Saiba como Criar e Enviar Sitemap Google

A Tag se apresentará em forma de url Sitemap: http://seudominio.com/sitemap.xml

Com essa Tag você poderá rastrear as visitas que os robôs fizeram em seu Sitemap, e com ela a ferramenta terá acesso ao seu Sitemap, afim de melhor rastreamento.

Além disso tudo você tem a disponibilidade de envio do Sitemap direto da ferramenta. Basta clicar em 'Reenvie o Sitemap'.

Como enviar o seu Sitemap para o Google

Além do método apresentado acima, que é realizado direto dentro da Ferramenta de SEO WebPeak, também é possivel enviar dentro da Search Console.

Primeiro, vá para o Dashboard do Google Search Console e selecione o seu site. Em seguida, no meu lateral, clique em Sitemap.

Saiba como Enviar Sitemap Google

Aqui você irá colocar sua URL e enviar o Sitemap direto ao Google. Abaixo a Search Console irá mostrar o Status, Data de leitura e páginas encontradas.

Por que Incluir apenas páginas relevantes de SEO em Sitemaps XML?

É importante que fique claro que um Sitemap XML é uma lista de páginas que você recomenda que sejam rastreadas, não necessariamente todas as páginas do seu site. Dessa forma você ajuda os mecanismos de busca a rastrear seu site de maneira mais inteligente e rápida, a fim de ter uma melhor indexação.

O que deixar de fora do Sitemap:
  • Páginas não canônicas
  • Páginas duplicadas
  • Páginas de paginação
  • URLs com base no parâmetro ou na sessão
  • Páginas de resultados de busca no site
  • URLs de comentários
  • Quaisquer redirecionamentos (3xx)
  • Páginas quebradas (4xx)
  • Páginas com erro do servidor (5xx)
  • Páginas bloqueadas por robots.txt
  • Páginas com noindex
  • Páginas de login, entre em contato, política de privacidade, entre outras que são interessantes apenas aos usuários do site, não aos robôs

Para simplificar, aqui está uma lista com as Melhores Práticas para um Sitemap XML:

✓ Incluir tags hreflang em sitemaps XML

✓ Inclua as tags <loc> e <lastmod>

✓ Use um arquivo de índice de Sitemap (quando existir mais de um Sitemap)

✓ Use Sitemaps de imagens, vídeos e notícias somente se a indexação impulsionar seus KPIs

✓ Gerar Sitemaps XML Dinâmicos

✓ URLs do Sitemap dentro do arquivo Robots.txt

✓ Enviar o Sitemap para o Google Search Console e Bing Webmaster tools

✓ Inclua apenas páginas relevantes para SEO em seu Sitemap

✓ Corrigir todos os erros e avisos do Sitemap (o próprio Google pode apresentar reports dos problemas)

✓ Faça o download dos dados de análise do Sitemap direto do GSC para analisar as taxas de indexação

Pronto. Agora você criou com sucesso um Sitemap XML e o enviou para o Google. Não se esqueça de acompanhar os resultados de indexação e seus KPIs de SEO.

Não é tão dificil, não é mesmo?!

Qual a sua experiência criando sitemap XML? Como que auxiliou no SEO do seu site? Conta pra gente!

Até a próxima 😃

Autor

Mônica De Paula

Alpinista de SERP, profissional em posicionamento digital e estratégias online.

Linkedinhttps://www.webpeak.com.brmonicadepaula@webpeak.com.br

Últimas Postagens WebPeak

Últimas Noticias WebPeak