Search Engine Optimization para ser o Primeiro no Google!

25/9/2018

Search Engine Optimization para ser o Primeiro no Google!

Antes de mais nada Search Engine Optimization ou SEO é o acrônimo em inglês de "otimização do mecanismo de pesquisa". É o processo para conseguir mais tráfego nas páginas do site, sem ter que pagar pelos cliques, de forma natural, ou como gostamos de chamar, de forma orgânica. Parece ótimo não é mesmo? E na verdade é! Porém estar otimizado para os mecanismos de busca é um processo de qualificação do conteúdo do site que podemos dividir em duas etapas gerais: SEO Interno e SEO Externo.

Os principais mecanismos de pesquisa como Google, Bing e Yahoo, apresentam resultados de pesquisa logo no início onde páginas de site, como vídeos, produtos, notícias ou locais, que são classificados com base no que o mecanismo considera mais relevante para seus usuários. Nesse caso de resultados por qualidade, de forma orgânica, não existe pagamento, como acontece no caso dos anúncios de links patrocinados.

O que é o SEO e o que quer dizer a sigla SEO?

Como dito acima, SEO que dizer Search Engine Optimization, que é otimizar um site e seu conteúdo de forma que o buscador considere relevante o suficiente para apresentar aos usuários que fazem buscas relacionadas com o tema. Existem diversos aspectos envolvidos em SEO, desde as palavras na sua página até a maneira como outros sites falam do seu site. SEO é simplesmente: garantir que seu site seja estruturado de uma forma que os mecanismos de pesquisa entendam e que também seja agradável aos usuários.

Entenda melhor como SEO pode te trazer mais vendas e mais leads!
SEO agrada a todos!

Qual a função de um SEO?

O algoritmo orgânico tenta encontrar as respostas (páginas) mais relevantes e úteis a toda e qualquer pergunta feita, isso é, dar ao usuário a melhor experiência de busca possível.

A partir do momento que você inicia o processo de otimização no seu site, é possível melhorar seu posicionamento através da escolha das palavras-chave corretas, que estão relacionadas a seu negócio, e que as pessoas buscam na internet. Parece simples, mas é extremamente necessário dar foco a esse ponto para gerar visibilidade à sua marca.

O Search Engine Optimization está aí para facilitar nossas vidas e posicionar o seu site da melhor forma possível, você só precisa saber como fazer corretamente para obter resultados positivos.

Mecanismos de pesquisa são únicos porque fornecem tráfego altamente segmentado - pessoas procurando o que você oferece. Os motores de busca proporcionam todo esse caminho das informações.

Se os mecanismos de pesquisa não puderem encontrar seu site ou adicionar suas páginas aos bancos de dados, você perderá oportunidades incríveis.

Existem alguns KPIs de SEO que devem ser acompanhados

Os KPIs são métricas objetivas que ajudam a medir e esclarecer o sucesso de uma determinada organização ou campanha.

  1. Sessões Orgânicas: medem o volume de visitas ganhas ao seu site a partir de mecanismos como o Google e o Bing. A sessão é definida por uma visita ao site pelas ações realizadas pelo usuário durante essa visita e depois pela saída do usuário do site.
  2. Rank de Palavras-chave: métrica que mede onde suas palavras-chave específicas são posicionadas nos principais mecanismos de pesquisa, como o Google ou o Bing.
  3. Leads e Conversões: os dois primeiros fatores de classificação estão relacionados à atração de visitantes do seu site a partir dos mecanismos de pesquisa, mas qual ação você precisa que os usuários executem depois que eles acessarem seu site?
  4. Taxa de rejeição: mede a porcentagem de sessões em que o usuário carrega a página e sai imediatamente sem executar nenhuma ação. Ela é calculada dividindo o número de sessões não interativas pelo número total de sessões.
  5. Páginas por sessão: é uma métrica simples que mede, em média, quantas páginas os usuários visitam durante uma sessão. Também conta as visualizações repetidas de uma única página.
  6. Duração média da sessão: mede a duração média de uma visita ao seu site. Quanto mais aprofundado o seu conteúdo e estrutura do site, mais tempo você pode esperar que esta duração seja.
  7. Erros de rastreamento: os robos de rrastreio dos buscadores precisam poder ver e acessar totalmente o conteúdo do site para avaliar seu valor e relevância. Se o seu site apresentar páginas quebradas, por exemplo, pode ser prejudicial para seu posicionamento.
Saiba mais sobre O que é SEO e como vai gerar mais vendas para seu negócio!

O que é um texto SEO?

O conteúdo é rei na internet e dentro das páginas do site que você deve estruturar seu texto SEO da melhor forma. Você pode ajudar a estimular sessões mais orgânicas criando um título de página relevante e atraente e escrevendo uma meta descrição com um apelo à ação claro e atraente. Vamos falar um pouco sobre a arquitetura SEO para explicar melhor a estrutura ideal de um texto SEO.

O primeiro passo para aplicação com sucesso das técnicas de Search Engine Optimization é compreender qual o público alvo do site que busca atingir vendas. O Marketing Digital perpassa por saber para quem está sendo direcionado seu conteúdo. Do contrário, existe uma grande chance de errar o alvo e de tirar a clareza de suas ações. Aplicar as melhores técnicas de SEO envolve considerar este pertinente primeiro passo: conhecer o público alvo.

O Google consegue fazer a análise de relevância através de originalidade do conteúdo, tamanho do material escrito, e qual a relevância do texto para as palavras-chaves. Um site deve ser muito bem estruturado, uma vez que o Google otimiza os resultados de busca para páginas com conteúdos altamente relevantes para os usuários.

Fatores importantes para você estruturar seu texto SEO - Search Engine Optimization:

  1. Título
  2. URL
  3. Meta Tags
  4. Conteúdo
search engine optimization - seo

1º Fator de SEO: Título da página, produto, postagem ou notícia

O título é um dos pontos principais a serem analisados, dentro dele devemos considerar alguns pontos:

  • Palavra-chave: onde se deve pesquisar qual é a principal palavra chave para sua páginae utilizá-la de forma estratégica (de preferência ser o primeiro termo do título);
  • Persuasivo: passe as informações principais do seu produto de forma atrativa;

O título é a primeira impressão que será transmitida para os usuários, é de extrema importância pensar com cuidado para atrair o público certo para o seu site.

Em caso de Loja Virtual o título da página deve sempre ser Nome do Produto: É meio obvio que você tem que colocar um nome para o produto que será exibido. Porém não é apenas inserir o nome qualquer do produto, você tem que pensar que esse nome é a palavra-chave que o cliente vai pesquisar no buscador.

2º Fator de SEO: URL

A URL é o endereço do seu site, ele geralmente aparece abaixo do título nos resultados exibidos nos buscadores. Essa parte é uma das mais fáceis de ser otimizada, afinal não existem muitos segredos, mas vale considerar as seguintes questões:

  • A URL deve ser curta: além de evitar que os buscadores não exibam a URL por completo, deixá-la curta garante uma melhor visualização para o usuário, além de otimizar as buscas para variáveis;
  • Utilizar a palavra-chave: nunca é demais destacar a importância da palavra-chave e que deve obrigatoriamente estar na URL;

Fique atento aos endereços eletrônicos, pois eles levam a identidade da marca, por isso pense em URL’s simples e impactantes.

Saiba que todos os buscadores, simplesmente amam URL amigáveis. Então esqueça aquelas URL’s com uma sequencia infinita de traços (exemplo: sualoja.com.br/categoria/produto-1-2-3---------), isso é péssimo para o SEO. Depois de definir o nome da página, você tem que inserir uma nova URL.

3º Fator de SEO: Meta Tags e Hading Tags SEO

As Meta tags são mais uma peça de um grande ‘quebra-cabeça algorítmico’ que os principais buscadores levam em consideração ao decidir quais os resultados são relevantes e, apresentados aos usuários que realizaram a pesquisa.

  • Tag Title: apresentados nas páginas de resultados do motor de busca (SERP), exibem trechos de visualização para uma determinada pesquisa e, são importantes tanto para SEO quanto para compartilhamento social. Aparece no bloco de cabeçalho da página, deve conter a palavra-chave escolhida para ser trabalhada e não ultrapassar um limite de 60 caracteres;
  • Meta Tag Description: explica aos motores e aos próprios usuários que estão pesquisa, sobre o assunto da página. Uma descrição atraente pode motivar pesquisadores a clicar em seu site a partir da SERP, especialmente se a descrição inclui as palavras-chave que eles estavam procurando. Sua descrição não deve mais do que 160 caracteres (incluindo espaços);

Tenha em mente que as Meta Tags não são uma solução para rankear melhor nos buscadores, mas elas continuam a desempenhar um papel importante na hora de seu site ser encontrado nos motores de busca.

Quem aí foge da organização? A gente pode até fugir, mas o Google não, ele considera a organização hierárquica de uma página através das Heading tags. Essas tags são conhecidas como “h1”, “h2”, “h3”, “h4”, “h5” e “h6”. Geralmente esses fatores funcionam como título, subtítulo, subtítulo do subtítulo e afins, grande aliados na técnica de Search Engine Optimization.

Aqui também fica pontuado a importância da palavra-chave, na heading tag “h1”, que no caso seria o título principal, o uso da palavra chave é lei irrevogável. Contudo, nas demais Heading tags não existe a necessidade de colocar palavras-chaves, contanto que façam sentido com seu conteúdo. Mas caso tenha a oportunidade de colocar, aproveite, o SEO irá considerar.

É recomendado que você utlize apenas um H1 por página, sempre focando na palavra-chave principal que você deseja rankear. Outras Heading Tags, como H2 e H3 (entre as outras), podem ser utilizadas como sub-títulos em uma página, e pensando em SEO, são um excelente recurso para incluir a palavra-chave principal com destaque mais de uma vez na página e termos complementares.

Por exemplo: Características do Vestido Florido e Medidas do Vestido Florido (em caso de produtos), Faixas do Albúm OK Computer - Radiohead (em caso de um blog de música).

Não esqueça de Otimizar as Páginas de seu site.
seo - search engine optimization

4º Fator de SEO: Conteúdo

Produzir conteúdos relevantes envolve atenção e conhecimento do publico que se deseja atingir, mas também é importante agradar os robôs dos buscadores que irão posicionar você nos resultados. O Google consegue fazer a análise de relevância através de originalidade do conteúdo, tamanho do material escrito, e qual a ligação do texto com as palavras-chaves.

A escolha de palavras-chave a partir de ferramentas de palavras-chave, como a Ferramenta de palavra-chave da WebPeak que é uma excelente opção para produção de conteúdos originais e possíveis de bom ranqueamento. Dessa forma ficará fácil trazer seu primeiro pedido e gerar mais leads para seu negócio :)

Por muito tempo as pessoas buscaram saber qual era a quantidade ideal de palavras-chave que devem ser aplicadas no conteúdo. A partir daí começaram a surgir diversas teorias e colocações, até que foi traçada uma nova recomendação: O conteúdo deve conter de 2% a 5% de palavras-chaves repetidas no total de palavras do artigo.

Simplificando, se o seu conteúdo possui 500 palavras, logo, a margem ideal que deve-se considerar a sua palavra-chave será 10. É uma porcentagem considerável, contudo não existe a necessidade de tentar encaixar a palavra onde não dá, apenas para constar o número recomendado para Search Engine Optimization.

BÔNUS Fator de SEO: Links Internos

É fato que quanto mais tempo o usuário passar no seu site, melhor será sua relevância para o Google. O tempo de permanência indica uma boa experiência do usuário, por isso ter links internos no seu conteúdo direcionando para outros artigos relacionados pode auxiliar nessa questão. As linkagens internas também possibilitam que o Google navegue pelo seu site de forma mais fácil e por mais tempo, influenciando também na distribuição de link juice pelo seu site.

Aprenda como analisar e utilizar os links âncoras* dentro das páginas de seu site, isso pode te trazer uma onda maior de visitantes e consequentemente, mais relevância e autoridade.

*Link Âncora: Links que rapidamente direcionam o usuário para outro local dentro da mesma página. Boa utilização do Link âncora se dá quando o texto do link é o mesmo que a palavra-chave do produto, por exemplo.

Se atente aos fatores que determinam a relevancia de seus links internos:

  • Texto do Link: Texto utilizado para link na página;
  • Links: O número de links internos no seu site que têm tal texto do link;
  • Text Juice: O Juice considera tanto o número e autoridade de páginas usando um texto link específico. Os motores de busca podem decidir sobre o tema de um site com base em textos de links juice;
  • Páginas scaneadas: O número de links que apontam para páginas que são bloqueados para rastreamento através do robots.txt ou tag Noindex;
  • Links Nofollow: Número de links que apontam para páginas que são bloqueadas para rastreamento através do atributo Nofollow;
  • Links Sitewide: O número de links de imagens que apontam para o seu site.

Basicamente você deve criar paginas e inserir links contendo as principais palavras-chave para o seu negócio, seja nas páginas, no rodapé e até no menu.

Fez tudo isso e seu Conteúdo não Aparece no Google? Explicamos melhor aqui.

Como aplicar SEO no site com ajuda da WebPeak

seo - search engine optimization

A WebPeak vai te ajudar no processo que envolve como aplicar SEO no site e aparecer no Google sem pagar por ele.

‘’SEO completo em um único lugar’’ é a frase que define a WebPeak perfeitamente! Diante de tudo o que conhecemos no marketing digital, a WebPeak possui diferenciais importantes, sobretudo no campo de SEO. Agrega um conjunto de ferramentas de SEO que são indispensáveis para seu negócio, todas elas em um único lugar, ou seja, aquele caminho tortuoso de procurar cada ferramenta para uma ação específica de SEO, mas em locais diferentes, é superada pela WebPeak. Na plataforma você poderá efetivar suas ações em torno de:  

  • Pesquisas de nicho de palavras-chave efetivas;
  • Auditorias e análises de sites;
  • Construção de link building (agora denominada como  link earning);
  • Métricas de mídia social;
  • Análises detalhadas de marketing.

Vamos detalhar a seguir as principais funcionalidades das ferramentas da WebPeak, de acordo com suas categorias, para que você não perca mais tempo em adquirir algo bom para seu negócio, sobretudo quando o assunto for sobre a eficácia SEO para seu negócio e você vendendo muito! ‍

Não tem como ignorar o valor que tem aplicar o SEO nas suas páginas, afinal, é por conta da otimização que você receberá tráfego orgânico todos os dias, ou seja, sem pagar por anúncios te colocando em ótima posição no Google. Infelizmente algumas pessoas ainda não compreenderam a força do SEO no mercado digital. Aplicar a otimização em seu site pode elevar e muito sua posição no Google, e garantir mais visitantes com um custo menor do que campanhas pagas.

Continue nos acompanhando e compartilhe o conteúdo com os amigos. Até a próxima! 😃

Autor

Mônica De Paula

Alpinista de SERP, profissional em posicionamento digital e estratégias para ecommerce.

Linkedinhttps://www.webpeak.com.brmonicadepaula@webpeak.com.br

Últimas Postagens WebPeak

Últimas Noticias WebPeak