Empreendedorismo Digital

Veja aqui quais são as punições do Google

Victoria Ribeiro

Sou uma redatora cabulosa, estou aqui para sabotar seu raciocínio.

Punições do Google: Uma penalidade nunca é uma coisa boa. Não importa se é durante uma partida de futebol ou em mecanismo de busca online

Quer você goste ou não, as penalidades do Google são importantes e representam uma séria ameaça à visibilidade do seu site nos resultados de pesquisa orgânica. Ao rastrear e indexar seu site, o algoritmo de pesquisa o analisa e pode penalizá-lo se detectar algo que vá contra o objetivo principal do Google – entregar o conteúdo mais relevante que os usuários pesquisam.

Se você respeitar as regras do jogo, o algoritmo o classifica mais alto e, caso contrário, seu site será removido das SERPs e afastado de visitantes em potencial.

Depois de entrar na caixa de penalidade, pode levar meses ou mais de um ano para recuperar.

É por isso que é vital saber quais são as punições do Google, como diagnosticá-las e, acima de tudo, como evitá-las com sucesso.

Como identificar punições do Google?

As penalizações do Google podem ser definidas quando há um conflito entre o conteúdo e as práticas de marketing impostas pelo Google. Essa penalidade pode vir como resultado de uma atualização do algoritmo de classificação do Google ou de uma revisão manual que sugere que uma página da Web usou táticas de SEO de “black hat”.

O que isso significa é que o Google não quer nada além de abordagens e resultados orgânicos. Qualquer movimento do seu lado, indicando que você está tentando inflar artificialmente a classificação do seu site, soará o alarme e o Google investigará exatamente o que você está fazendo para obter mais tráfego. Se o Google não gostar de suas táticas, você será penalizado ou, pior ainda, será completamente removido do índice do Google.

Abaixo, destacamos uma lista de penalidades do Google. As sanções a seguir resultarão em um impacto negativo nas classificações de pesquisa do seu site porque indicam que seu conteúdo não é compatível com o algoritmo, as regras e as atualizações do Google.

1. Punições do Google Penguin: links de compra

A atualização do Google Penguin foi lançada pela primeira vez em 2012 para lutar por links de spam que subiram mais nas SERPs do Google. Algo precisava ser feito para resolver esse problema, e convencer os anunciantes de que a publicidade via AdWords (Google Ads) ainda é uma tática que tem alto ROI quando se trata de resultados de busca e cliques.

Embora o algoritmo já exista há algum tempo, ainda hoje é relevante. O Penguin tem como alvo as seguintes práticas como gatilhos para uma penalidade:

Esquema de links: compra de links de sites de baixa qualidade e não relevantes, destinados a desenvolver uma representação artificial de relevância e reputação.

Recheio de palavras-chave: preencher sua página com muitas palavras-chave e repetição de palavras-chave para enganar o ranking com a manifestação de relevância para frases e palavras-chave de pesquisa específicas.

O que vai te salvar da penalidade do Penguin é nem pensar nas práticas acima!

Nunca opte pela compra por link! Se você deseja classificações de pesquisa estelares, precisa se esforçar para obter links organicamente. Para isso, considere fazer o seguinte:

Link Building contra as punições do Google 

A melhor abordagem para o alcance do link building é conectar-se com as pessoas certas que podem levar seu site para o próximo nível, incluindo seu link em algum lugar do artigo. Converse com blogueiros e donos de páginas de autoridade e estabeleça uma conexão real com eles.

Essas pessoas precisam ser líderes em seu nicho, postar conteúdo relevante para seus produtos/serviços e ser conhecidas como figuras confiáveis, não como spammers. Além disso, certifique-se de que os sites que você acessa não estão cheios de anúncios, pop-ups, conteúdo inconsistente e gramática ruim.

Faça uma lista de parceiros em potencial e lembre-se de que esses sites precisam ser relevantes e confiáveis​. Para avaliar uma oportunidade de link e autoridade de página, você pode usar a ferramenta de Link Building da Web Peak. Isso lhe dirá o quanto o público aprecia o site em termos de autoridade de domínio, links e tráfego.

Escreva conteúdos (guest post) atraentes 

Se você conseguir uma postagem de convidado em um site conhecido em seu setor, poderá melhorar sua posição de SERP, literalmente da noite para o dia!

A maneira mais fácil de encontrar uma oportunidade de guest blogging é realizar uma pesquisa no Google por sites que podem aceitar seu artigo. Você pode usar as seguintes fórmulas em sua consulta de pesquisa:

  • (palavra-chave/frase) + “escreva para nós”
  • (palavra-chave/frase) + “enviar postagem de convidado”
  • (palavra-chave/frase) + “contribuir para o nosso blog”

Quando se trata de oportunidades de guest blogging, você precisa procurar sites que:

  • Estão na mesma indústria;
  • Seu público-alvo os lê;
  • Tenha um grande número de seguidores, comentários, curtidas e compartilhamentos;
  • Tenha uma excelente estratégia de distribuição de conteúdo.

Assim como quando você faz contato com a inclusão de links, você deve ter cuidado ao buscar uma oportunidade de guest blogging. Você precisa saber como formar um relacionamento com os proprietários do blog. Assine o boletim informativo, adicione comentários valiosos nas seções de comentários do blog, interaja com eles nas mídias sociais etc. Faça o que fizer, certifique-se de ser reconhecido imediatamente e cause uma boa impressão.

Novamente, seja curto. Pergunte educadamente se eles estão interessados ​​no assunto e inclua sua assinatura – não se esqueça de adicionar seu nome, cargo, empresa, número de telefone e perfis de mídia social.

Ao fazer a divulgação, lembre-se de que todo blog relevante tem suas próprias regras de envio de guest blogging, portanto, certifique-se de respeitá-las antes de escrever um e-mail para eles e de que seu conteúdo possa estar de acordo com seus padrões.

2. Punições do Google Panda: conteúdo duplicado

O principal objetivo do Google é fornecer o melhor conteúdo para os usuários. Duplicar ou copiar conteúdo não é o melhor para seus usuários-alvo.

Você deve ter um conteúdo exclusivo ou um novo ponto de vista sobre um tópico que diferencia seu blog do resto do seu setor. A melhor maneira de evitar essa punição do Google é manter o foco na produção de conteúdo de qualidade original e marcar qualquer duplicação padrão e/ou do sistema com as tags canônicas adequadas.

Veja como você pode proteger seu site da penalidade do Panda por conteúdo duplicado:

  • Tenha seus leitores em mente: forneça valor, você construirá relacionamentos através de cada artigo, e isso aumentará o compartilhamento de conteúdo e o tráfego da web, o que consequentemente aumentará seus rankings de pesquisa.
  • Atualize seu conteúdo: nenhum site começa com o melhor conteúdo. Se você tiver conteúdo antigo que precise de uma reformulação, novos links ou informações que devam ser removidas, será necessário endereçá-lo e atualizá-lo de acordo com os padrões de algoritmo atuais. O conteúdo de formato curto sempre pode se transformar em um formato longo, o que criará oportunidades adicionais para links e uso adequado de palavras-chave.
  • Elimine conteúdo duplicado: ao hospedar conteúdo duplicado em seu site, suas chances de ser penalizado pelo Google acaba de aumentar. 

3. Punições do Google Panda: conteúdo de baixa qualidade

Se você deseja ter uma classificação mais alta nas SERPs, deve ter conteúdo de qualidade. Quanto mais valor você fornecer aos seus leitores, mais backlinks de qualidade você obterá.

O Panda pode afetar seu site se você tiver muitas páginas com conteúdo de baixa qualidade. Para verificar se há problemas no seu site, você pode usar a ferramenta da Web Peak. Você pode conectá-lo aos dados do Google Analytics da página e verificar cada página em busca de possíveis problemas.

Quando você descobre suas páginas problemáticas, pode reescrevê-las e adicionar conteúdo novo e relevante, ou se, por algum motivo, não puder fazer isso, poderá removê-lo completamente.

Veja como você pode evitar a penalidade do Panda:

Não copie: lembre-se de como era chato quando um colega copiava seu teste ou trabalho de pesquisa? O mesmo vale para sites e rankings do Google. Se você copiar o conteúdo de outra pessoa, o Google o detectou. Em vez de copiar, use as ideias de outras páginas apenas como inspiração.

Escreva em formato longo: o Google adora conteúdo de formato longo, e os leitores acabam se envolvendo mais se seu conteúdo for mais detalhado e acionável. Postagens de blog mais curtas nem sempre garantem qualidade e conselhos acionáveis. Um artigo bem pesquisado e escrito é muito melhor do que publicar artigos curtos e sem sentido todos os dias.

Foco na qualidade: você precisa entender o que seu público quer. Não adianta publicar conteúdo de baixa busca, que seus leitores não querem ver. Tudo se resume a fornecer o máximo de valor possível para reter sua atenção.

Não abuse das palavras-chave: você não pode mais enganar o Google. Se for apropriado, inclua sua palavra-chave principal no título do artigo, em algum lugar nos dois primeiros parágrafos, e somente quando necessário em todo o conteúdo. Leia seu conteúdo em voz alta e certifique-se de que ele não soe como spam ou que você não use palavras-chave em excesso em um nível artificial.

4. Punições por Distorcer Conteúdo com Cloaking

Os webmasters do Google definem Cloaking como:

“A prática de apresentar conteúdo ou URLs diferentes para usuários humanos e robôs de mecanismos de pesquisa”

É uma tática de SEO black hat que alguns donos da web ainda usam para tentar enganar os mecanismos de busca. Se você sucumbir a ele e for detectado, pode ser removido completamente do índice do Google.

Punições do Google por Distorcer Conteúdo com Cloaking

Cloaking envolve distorcer o conteúdo que está sendo acessado pelos mecanismos de pesquisa, desenvolvendo um conteúdo em camadas que pode fazer os mecanismos de pesquisa acreditarem que seu site hospeda conteúdo diferente com a ajuda de um link enganoso.

Para evitar o cloaking, você precisa sempre se concentrar no desenvolvimento de conteúdo valioso para seu público e garantir que os mecanismos de pesquisa vejam exatamente as mesmas páginas que seu visitante vê. Esqueça todos os tipos de camuflagem e concentre-se na relevância e na qualidade.

5. Punições do Google por um site de carregamento lento

Os humanos não têm mais paciência com sites de carregamento lento. O Google também classifica os sites de carregamento lento mais baixos do que os sites que são rápidos.

Além disso, com a atualização 2021 Core Web Vitals, seu desempenho e experiência na página do seu site se tornaram ainda mais importantes. Mesmo que você não seja penalizado diretamente, sua classificação pode cair em favor de páginas que carregam mais rápido e fornecem um melhor UX.

Você pode revisar o relatório Core Web Vitals no Search Console para identificar se há algum problema e resolvê-lo em tempo hábil.

Para diagnosticar seu website, se você tiver problemas de velocidade, você pode usar o PageSpeed ​​Insights do Google.

A ferramenta irá notificá-lo de todos os problemas que fazem com que seu site carregue lentamente e o que você pode fazer para melhorar a velocidade do seu site imediatamente.

6. Penalidade por links quebrados

O algoritmo do Google sempre fica de olho se seu conteúdo da web está atualizado, e é por isso que ele é capaz de descobrir até mesmo os erros ocultos mais profundos em seu site.

Um desses erros é o 404, ou links quebrados. Links quebrados fornecem uma experiência ruim para o usuário, e é por isso que você deve verificar regularmente seu site e corrigi-los.

Se o erro 404 for causado por uma URL falsa de outro site, você só precisa implementar um redirecionamento 301 da URL falsa para o destino correto. O mesmo vale se o link quebrado vier do seu site também. Se você não tiver para onde redirecionar o link quebrado, é melhor excluí-lo da sua página.

Por fim, temos que concordar: quer você adquira práticas ruins de SEO intencionalmente ou não, você pode ser penalizado pelo Google. Agora que você conhece as penalidades mais cruciais do Google que podem destruir seus negócios online, os rankings do seu site e as práticas de SEO estão inteiramente em suas mãos.

Se você respeitar as regras do Google e colaborar com seus principais objetivos e princípios para fornecer o melhor conteúdo e a melhor experiência possível para os usuários, poderá garantir que conseguirá escapar das penalidades e dimensionar com sucesso sua presença on-line.

Gostou do conteúdo? Continue acompanhando o blog para receber mais artigos como este. Conheça nossos planos para evitar as punições do Google e aplicar SEO corretamente. Boa sorte!

Últimas Postagens WebPeak

SEO

3 vantagens do Link Juice

SEO

Saiba como testar o SEO do texto

Inteligência Artificial

Inteligência Artificial: conheça os 4 tipos

SEO

Vantagens de usar webflow em seu site