Tutoriais

Como Configurar a Tag Rel=Canonical em Seu Site

Giulia Oliveira

Analista de SEO, especialista em performance para ecommerce e soluções Google.


Quando nos referimos a SEO, mais de 200 fatores são levados em consideração para que os robôs dos buscadores atribuam a relevância de uma página de destino. 

Conhecido também como otimização de sites, o SEO é definido como uma forma de aumentar os acessos de um website através de uma série de técnicas e estratégias, a fim de garantir que as páginas melhorem seu posicionamento nos resultados de pesquisa de forma orgânica, ou seja, sem precisar investir nas campanhas patrocinadas do Google Ads ou Bing Ads. 

A otimização de sites vai muito além de utilizar as melhores palavras-chave ou reestruturar suas páginas com um conteúdo rico. Existem diversos outros pontos de qualificação a serem explorados, e se você já tem noção sobre SEO básico, sabe muito bem sobre o que eu estou falando. 

Se você possui um grande website, onde o mesmo possua um campo de busca, é normal com que urls dinâmicas sejam criadas, de acordo com a busca do usuário. O campo de busca interna no website é ótimo para que os usuários encontrem conteúdos relevantes no momento certo e também, para que você consiga entender quais são os assunto em que seu público busca, configurando assim o acompanhamento de pesquisas via Google Analytics

Voltando um pouquinho sobre a criação de urls dinâmicas durante a pesquisa no site, é notório que a estrutura da página de resultados internos é idêntica, mesmo que os termos de busca não sejam os mesmos. Como já sabemos, um dos fatores que podem ser um problema, é conteúdo duplicado

Caso você já tenha se deparado com essa criação de urls dinâmicas no seu site, onde você não consegue otimizar tais páginas criadas ‘aleatoriamente’, digamos assim, saiba que é possível dizer aos robôs dos buscadores que todas essas páginas são ‘cópias’ de uma determinada página de destino. 

Neste conteúdo, iremos mostrar à você como evitar conteúdo duplicado em seu site, implantando a Tag Rel=Canonical. 

O que é a Tag Rel=Canonical?

O que é a Tag Rel=Canonical

Um dos maiores problemas no dia-a-dia de pessoas que implantam SEO em suas páginas, sem dúvidas é a resolução de conteúdos duplicados. O Google, que é o principal buscador utilizado no Brasil, preza pela criação de conteúdos originais e se você possui conteúdo duplicado em seu site, as chances de melhor se posicionar nos resultados de pesquisa são menores.

Aqui temos um exemplo: Se você tiver uma página que pode ser acessada por URLs distintas com e que possuam conteúdo semelhante (por exemplo, uma página com uma versão para dispositivos móveis e outra para computadores), o Google entende que elas são versões duplicadas da mesma página.

A Rel=Canonical ou “canonical link element” é uma tag HTML cujo objetivo é lidar com páginas duplicadas, que podem ser geradas através de parâmetros de url semelhantes. 

Quando o mesmo conteúdo está em urls diferentes, os links canônicos dirão aos robôs qual é a principal, sinalizando assim que a página analisada trata-se de uma vertente de uma página raiz. A página apontada na tag rel=canonical possui a maior prioridade de indexação, sendo a principal a ser inserida no índice do Google. Essa tag é amplamente usada por todos os principais mecanismos de pesquisa, como por exemplo, o Google e o Bing.

Caso você não seja familiarizado com tags HTML, pode parecer um pouco complicado compreender qual a função dessa tag, não é mesmo? Então, aí vai um exemplo.

Exemplo de Aplicação da Tag Rel=Canonical:

Sou proprietária de um e-commerce, onde toda vez que um usuário aplica um filtro na categoria, há alteração na url da página. 


  • Após acessar o site, adentrei a categoria roupas, seu link era meusite.com/roupas;
  • Em seguida, selecionei que tenho interesse em vestidos, onde a url ficou da seguinte maneira: meusite.com/roupas/vestido;
  • Para melhor segmentar meu interesse, inseri um filtro onde apenas vestidos florais fossem apresentados. A url ficou dessa maneira: meusite.com/roupas/feminino/vestido-flor


A estrutura da página basicamente será a mesma da primeira url em que acessei, porém, as informações serão apresentadas de forma diferente, tendo em vista as minhas especificações de busca. O mesmo é válido para paginação /page2, /page3 e afins...

Bom, agora você já sabe em qual situação é aplicável a tag rel=canonical em seu site. Agora, vamos para a implantação?

Como Configurar a Tag Rel=Canonical em seu Site

Antes de tudo, é importante ressaltar que, caso você não tenha conhecimento em HTML, não faça as alterações sem o auxílio de um programador.

Outra coisa que também é importante, é ter uma cópia da estrutura HTML de seu site, afinal, se você fizer alguma coisa errada (o que esperamos que não aconteça), você tenha todas as informações previamente salvas. 

Agora sim, vamos para a parte de implantação. 


Vamos supor que “A” é a página raiz e “B” é a página de filtro. 

No head da página “B”, você precisará inserir o seguinte comando:

<head>

<link rel = “canonical” href = “insira o URL da Página A aqui” />

</head>

No caso do exemplo mencionado anteriormente (do e-commerce de moda), a url A seria a página da categoria: meusite.com/roupas

Já a url B, seria meu filtro de busca: meusite.com/roupas/feminino/vestido-flor

Tenha cuidado para não criar um loop infinito entre A e B devido ao Apache usar o mesmo arquivo para esses URLs. Como tal, eles apenas continuam redirecionando, criando um loop infinito. 

Para saber mais informações, confira esse artigo do MOZ.

Diretrizes Gerais da Tag Rel=Canonical:

  1. Evite usar o arquivo robots.txt para executar a canonização;
  2. Evite usar a ferramenta de remoção de URL para canonização, já que ela remove todas as versões de um URL da pesquisa;
  3. Não especifique URLs diferentes como versões canônicas da mesma página usando uma ou mais técnicas de canonização. Por exemplo, não especifique um URL no sitemap e indique outro URL para essa mesma página usando rel=canonical;
  4. Não use noindex para impedir a seleção de uma página canônica. Essa diretiva é usada para excluir a página da indexação, não para gerenciar a escolha de uma página canônica;
  5. Especifique uma página canônica ao usar tags hreflang. Especifique uma página canônica no mesmo idioma ou o melhor idioma substituto possível caso a página canônica não exista no idioma 1;
  6. Crie um link para o URL canônico em vez de um URL duplicado ao vincular seu site. Vincular o site consistentemente ao URL que você considera canônico ajuda o Google a entender sua preferência;
  7. Dar preferência ao uso de HTTPS em vez de HTTP para URLs canônicos.

A Tag Rel=Canonical foi desenvolvida para robôs, e não para o usuário (visto que é um atributo rel). Sendo assim, o usuário ainda poderá visualizar a página em questão. A tag canônica deve ser adicionada ao cabeçalho HTML (<head>) de uma página e informa aos robôs que esta página é uma duplicata de outra, junto com a página que contém as informações originais.

Como resultado, os motores de busca devem então considerar todos os links de entrada e métricas de conteúdo como atribuíveis à página original.

Aplicar as principais técnicas de SEO em seu site fará com que seu site seja melhor posicionado nos resultados de pesquisa e também, que você supere seus concorrentes alcançando maior parte do público qualificado.

Como todos sabemos, o processo de analisar e aplicar SEO nas páginas de um website não é tão simples quanto parece, pois diversos aspectos contam na hora de definir a relevância de uma página, como por exemplo, a experiência do usuário ao navegar por suas páginas. 

Já pensou em automatizar a análise SEO de seu site e detecção de erros? A Ferramenta de SEO WebPeak pode te ajudar!

A Ferramenta de SEO WebPeak possui em sua estrutura os principais recursos para que você acompanhe a evolução de seu website nos resultados de pesquisa. 

Com ela, você poderá conferir a saúde interna e externa de seu site, questões relacionadas aos seus concorrentes e também acompanhar o engajamento social de suas páginas no Facebook, Google Plus, Pinterest, entre outras mídias.

Graças aos nossos recursos, você saberá qual é a melhor palavra-chave a ser utilizada, quais são os pontos em que você precisa corrigir e o melhor, a ferramenta mostra quais são as páginas com pendências em SEO e como você pode corrigir. 

Caso você tenha alguma dúvida referente a aplicação da tag rel=canonical ou deseja saber mais sobre nossa ferramenta de SEO, entre em contato conosco!


Até a próxima! :D


Últimas Postagens WebPeak

SEO

Investir em SEO para tirar sua empresa do campo de batalha chamado ''Crise Econômica''

SEO

O que você precisa saber sobre SEO Interno

SEO

5 ferramentas de SEO essenciais para evitar quedas repentinas no Rank

Empreendedorismo Digital

Como criar um site grátis [não é WIX]