Como o Quadrante Mágico de Gartner vai orientar sua atuação no mercado atual

6/9/2018

Como o Quadrante Mágico de Gartner vai orientar sua atuação no mercado atual

A abordagem central deste conteúdo é apresentar uma excelente solução: quadrante mágico do Gartner. A Gartner Group trata-se de uma empresa de consultoria criada por Gideon Gartner. O seu trabalho central é criar conhecimento por meio de pesquisas sobre tecnologias, execução de programas, consultoria, eventos e levantamento de soluções para que os seus clientes tomem decisões mais assertivas diariamente. Os clientes estão divididos em empresas e também executivos individuais, chegando a um total de 10 mil que estão espalhados em todo o globo.

A sede da empresa está localizada em Kentucky, Estados Unidos, possui mais de quatro mil consultores espalhados pelo mundo. Vamos ao que de fato este conteúdo propõe: apresentar o Quadrante Mágico, que é o grande produto da empresa.

Leia também: Inbound Marketing: marketing de atração para novos consumidores

Como o Quadrante Mágico de Gartner

Você pode estar surpreso pelo nome, afinal, ele não é muito comum. Porém, quando se compreende como ele funciona, faz total sentido. O quadrante mágico é uma representação gráfica do mercado tecnológico por um determinado período.

Ele define forças dentro de determinado segmento empresarial, fazendo com que fiquem nítidas as qualidades e possíveis falhas presentes nas empresas mais significativas da área de tecnologia. Apesar desse fator, a empresa não endossa nenhum fornecedor, produto ou serviço retratado, nem mesmo os fornecedores classificados como líderes no quadrante.

O objetivo final é funcionar centralmente como uma ferramenta de pesquisa para embasar decisões a partir de necessidades específicas de cada negócio, sendo dividido da seguinte forma:

1. Líderes: Nesta são colocadas as empresas que são tecnologicamente mais avançadas. São aquelas que ditam as regras dentro do seu segmento por ter uma melhor visão de mercado e possui capacidade de levar adiante suas promessas.

2. Desafiadores: Essas empresas estão logo atrás dos líderes. Tratam-se de companhias com capacidade de execução de forma plena. Porém, possuem somente uma parcela do mercado.

3. Visionários: Neste ponto temos as empresas mais fortes em pesquisa e desenvolvimento, verdadeiras visionárias. Porém, muitas vezes não possuem a tecnologia ou simplesmente não são capazes para executar aquilo que é prometido.

4. Concorrentes de Nicho: As empresas desse quadrante focam em determinadas características de um mercado, se diferenciando de uma fabricante de carro comum.  

Vantagens do uso do Quadrante Mágico do Gartner

A partir desta apresentação, o importante é reconhecer que analisando a forma como o quadrante irá definir o mercado a partir de uma série de pesquisas, torna fácil para analisar o andamento de um determinado mercado (tanto para as empresas quanto para personagens autônomos).

Basta imaginar uma empresa de foco popular, com base na pesquisa mencionada, podendo buscar como meta a mudança de negócios, tentar o sucesso de um segmento de nicho e melhor, com produtos mais sofisticados e de maior valor agregado.  

Não deixe de ler: O que são Leads e por que sua empresa precisa tanto deles

Precauções do Quadrante Mágico

Apesar do Quadrante Mágico, um bom guia para se basear na busca de fornecedores ou soluções, é fundamental ficar atento a alguns pontos quando for verificar o quadrante. Observar a data em que o levantamento foi realizado é essencial, sobretudo devido à dinâmica atual do mercado, nesse sentido, analisar um quadrante desatualizado irá influenciar em uma pesquisa imprecisa. Para além disso, quanto mais empresas de um determinado segmento constar, mais completo será o resultado final.

Não fique focado somente em um quadrante específico, utilize todos, e assim será possível realizar a leitura histórica de um segmento, proporcionando uma conclusão de análise ainda mais suficiente e consistente.

Não se esqueça: fique atento ao seu mercado fundamental: o Brasil. A pesquisa é feita a nível global, por isso grandes são as chances de seguir por algum caminho observando os dados globais e não obter resultados precisos para seu negócio.

Continue nos acompanhando e receba mais dicas para seu negócio!

Até a próxima! :)

Autor

Victoria Ribeiro

Sou uma redatora cabulosa, estou aqui para sabotar seu raciocínio

Linkedinhttps://www.webpeak.com.br/victoriaribeiro@webpeak.com.br

Últimas Postagens WebPeak

Últimas Noticias WebPeak