NÃO QUERO IR AO EVENTO

Cupom de Desconto VTEX DAY 2019

Utilize o Cupom de 30% Desconto para o VTEX DAY 2019

Cupom de Desconto VTEX DAYCupom de Desconto VTEX DAY

USE O CUPOM: WEBPEAKVTEXDAY

COMPRE COM O CUPOM DE DESCONTO

Meta keywords: usar ou não usar? Eis a questão!

21/6/2019

Meta keywords: usar ou não usar? Eis a questão!

meta keywords ainda funcionam

Já li inúmeras vezes, em diversos locais diferentes, artigos que mostravam como fazer SEO de um jeito estritamente arcaico (significado de arcaico: que pertence a ou evoca tempos remotos; antigo.). Entre muitas técnicas de caráter duvidoso e orientações sem eficiência, esses sites incentivam a trabalhar com meta keywords.

Para quem faz ou está começando a fazer SEO, sabe muito bem que o uso das meta keywords faz parte do insconciente coletivo de quem almeja otimizar um site. Mas o que vale mesmo a pena explicar é por quais motivos as meta keywords não interferem no trabalho de SEO, nem para melhor nem para pior.

O que isso significa? Afinal, meta keywords ainda funcionam?

É isso que você vai ver neste conteúdo!

Vamos lá!

Leia também: Você sabe onde seu site está nas posições no Google?

Meta keywords ainda funcionam?

Antes de qualquer coisa, vamos a uma revelação: meta keywords não ajudam nem atrapalham num trabalho de SEO. Isso mesmo.

Podemos dizer que os anos de trabalho em torno de SEO tornou as meta keywords uma convenção. Agora que você já tem a resposta, chegou o momento de compreender os porquês.

O que são meta keywords

Antes de qualquer coisa, para fins de compreensão, sabemos que as “meta keywords” tratam-se de tag de HTML que se encontra no header do HTML:

<head>

<meta name=”keywords” content=”palavra a, palavra b, palavra c, palavra d, palavra e, palavra f, palavra g, palavra h, etc” />

</head>

Quando o assunto é SEO, Meta Tags são uma importante ferramenta de comunicação entre o webmaster e os sites de busca, como o Google. O problema está no encontro de que muitas pessoas acreditam que SEO é apenas isso, o que está longe de ser verdade. O Google utiliza perto de 250 variáveis para determinar os resultados de busca, e as meta tags são somente algumas delas. Realmente, não tem como subestimar o Google.

Não deixe de ler: Subdomínio é bom para SEO? Acabe com suas dúvidas

A história das meta keywords

As meta keywords surgem num contexto em que os algoritmos de busca ainda sequer pensavam em caminhar e não eram inteligentes, comparado a hoje, para saber identificar quais eram realmente as palavras-chave mais relevantes para que tal página fosse encontrada.

Diante disso, foi criada a solução de oferecer ao webmaster a possibilidade de ele definir como gostaria de ser encontrado.

Isso pode ser muito interessante, mas na vida nem tanto. Por que?

Bom, ao permitir que os proprietários de websites agissem de modo a determinar por quais palavras-chave eles seriam encontrados, criou-se uma brecha que, de modo potente, tornava o algoritmo do Google facilmente manipulável e, sendo assim, ineficaz. O que se tornou comum foi pessoas utilizarem keywords, que nada tinham a ver com o próprio conteúdo, simplesmente para capturar mais e mais visitas.

Se inicialmente esta parecia uma boa ideia para facilitar a organização da web foi, portanto, um erro, melhor, um tiro que saiu pela culatra. A prova disso é que há muito tempo as meta keywords não colaboram NADA (nada mesmo) no posicionamento de sites, nesse caso estamos falando do Google. Porém...

Para o Google as meta keywords não são relevantes, para o Bing SIM!

De modo geral, o que estou querendo dizer ao longo deste artigo possui validade somente para o Google, isso porque o Bing por sua vez continua a levar em consideração o uso das meta keywords e, sabe-se lá o motivo. Há quem diga que isso colabora para que seu algoritmo organize melhor as informações. Mas como?

Esta consideração as meta keywords soa como se o algoritmo do Bing não tenha força o suficiente para organizar por conta própria o seu algoritmo e, nesse caso, a garantia de informações que são fornecidas pelos proprietários de sites, e que não aparecem para quem abre a página, até porque só estão acessíveis para quem visualizar o código-fonte, são obtidas através do mecanismo das meta. Por outro lado, o Google dá prioridade ao que é visível para os usuários.

Leia também: Fique ligado! As principais SEO Trends

Conclusão: utilizar ou não Meta Keywords?

É possível que você esteja se perguntando qual o motivo real de ignorar as visitas do Bing, mesmo levando em conta que são visitas, independentemente da quantidade. Bom, saiba que não é uma questão de ignorar ou não o Bing. A não recomendação estrita, ou seja, única, das meta keywords devem-se aos seguintes 2 motivos:

  1. Você já deve valorizar muito seu tempo. Tempo é dinheiro. Nesse sentido, não me preocupo com o Bing e outros buscadores;
  2. O uso de meta keywords é algo inteligente.Dessa forma pensa o seu concorrente.

meta keywords ainda funcionam

Suponho que o primeiro argumento seja o mais convincente. Basta compreender que melhor priorizar o buscador que possui mais acesso no mundo todo, e que realmente traz tráfego em maior e melhor quantidade, e por outro lado, no geral, o que funciona para o Google funciona para o Bing!

Aí entramos no segundo motivo, que talvez deixe um pouco de dúvidas, mas estou aqui justamente para responder. Quero ser direta…

‘’Não entregue outro a bandido’’

Certamente você já ouviu este ditado popular. O que queremos dizer é que ao inserir as suas keywords no código-fonte do site, elas não terão ajudado em nada o seu usuário porém, pelo contrário, poderão ajudar muito os seus concorrentes. O que não é nada satisfatório para seu negócio.

Uma pesquisa de palavras-chave eficiente vai muito além de consultar o Google Keyword Tool, ferramenta de pesquisa de palavra-chave do Google, e consiste em pensar em maneiras criativas de ser encontrado. Se você tornar fácil de ser encontrada as palavras-chave que levou tempo e dedicação, seu concorrente poderá não apenas encontra-lás, mas também sair na sua frente, afinal, ele irá economizar dias, ou até meses, de trabalho.

E agora, tem certeza de que vai entregar uma vantagem competitiva como essa aos seus concorrentes?

Fique atento às melhores práticas! :)

Até a próxima!

Autor

Victoria Ribeiro

Sou uma redatora cabulosa, estou aqui para sabotar seu raciocínio.

Linkedinhttps://www.webpeak.com.br/victoriaribeiro@webpeak.com.br

Últimas Postagens WebPeak

Últimas Noticias WebPeak