Marketing

4 maneiras de relacionar seu ERP com uma estratégia de Marketing Digital

Margot, um bot WebPeak

Robôs não são seres de outro mundo, robôs não querem tomar o trabalho de nenhum humano, robôs são amigos da sociedade. Robôs tem sentimento.

Alguns gestores ainda não sabem, mas um software de gestão empresarial pode fazer muito mais do que simplesmente organizar as finanças do negócio: por cuidar dos processos da sua empresa e manter as informações em ordem, o sistema ERP colabora até mesmo com estratégias de marketing!

Pensando nisso, preparamos este texto para aqueles que querem saber como utilizar o ERP em uma estratégia de Marketing Digital a fim de analisar e potencializar resultados. Já avisamos que essa ferramenta, se bem utilizada, ajuda a melhorar o relacionamento com os clientes, conferir a viabilidade de promoções, analisar informações e gerar mais vendas.

Entende como Relacionar seu ERP com uma estratégia de Marketing Digital

A seguir, confira como!

1. Melhorar o relacionamento com os clientes

Uma das metas do Marketing Digital é atrair pessoas e cultivar uma relação de proximidade entre empresa e cliente, certo? E isso é possível por meio de estratégias envolvendo Inbound Marketing, Marketing de Conteúdo e técnicas e ferramentas de SEO

Mas, como o ERP pode ser útil? Com esse sistema, é possível organizar as informações dos clientes por meio de cadastros detalhados. Isso não só facilita a comunicação em geral, mas também auxilia a segmentação dos consumidores em diferentes categorias para envio personalizado de e-mails, ofertas especiais e demais ações de marketing.

Além disso, o ERP ajuda a lembrar várias informações de seus clientes para que você possa realizar alguma ação ou até mesmo oferecer descontos especiais, assim fortalecendo o vínculo criado.

relacionar seu ERP com estrategia de Marketing Digital


2. Conferir a viabilidade de promoções

As estratégias de uma empresa devem ser planejadas, justamente, para gerar benefícios em vez de prejuízos. Por isso, por mais mais que pareça óbvio para alguns gestores, é preciso saber se é viável ou não realizar promoções. E como fazer isso? Bom, um dos passos é controlar e verificar o estoque!

E é aqui que o ERP mostra sua utilidade mais uma vez: você pode conferir quais itens não têm muita saída, realizar promoções para queimar o estoque e investir nas mercadorias que têm mais giro. 

O marketing ainda possibilita que esses produtos parados por muito tempo sejam utilizados para outros fins, como para atrair clientes por meio de sorteios em redes sociais — que geram engajamento — e encantá-los com presentes (ou bons descontos) em datas comemorativas.

3. Analisar métricas e indicadores de desempenho

O Marketing Digital entende que para alcançar as metas estabelecidas, é preciso definir KPIs (Indicadores-chave de Desempenho) para acompanhar e analisar os resultados obtidos. O motivo é simples: a partir das métricas e indicadores, dá para saber se uma estratégia atende às expectativas, se precisa ser melhorada ou se é necessário que ela seja totalmente modificada.

Por esse motivo, os Relatórios Gerenciais emitidos por sistemas ERP são uma ferramenta poderosa, se bem utilizada, especialmente para analisar o ROI (Retorno sobre Investimento) e outras métricas.

Eles contêm informações valiosas da empresa na área financeira, de estoque, de compras e vendas, entre outras, possibilitando que o setor de marketing atue com base em dados concretos e, principalmente, com base nos hábitos de consumo dos clientes do seu negócio.

4. Organizar os processos para gerar vendas

No fim das contas, o objetivo final de um negócio e do Marketing Digital voltado às empresas é o mesmo: gerar vendas

Neste tópico, vale ressaltar que um dos pontos fortes do software de gestão empresarial é a organização de dados, e é nesse mesmo ponto que muitas equipes falham e deixam de vender. 

Se o acompanhamento de propostas comerciais, orçamentos e ordens de serviço não for bem feito, por exemplo, os clientes podem não responder à abordagem e desistir do produto ou serviço. Ainda, é possível que os setores de marketing e vendas, juntos, analisem o histórico de cada cliente para definir hábitos de compra e criar ações para gerar mais vendas.

Então já sabe: estratégias de Marketing Digital precisam ser bem formuladas e, de preferência, acompanhadas por um sistema criado para organizar e centralizar dados dos principais departamentos empresariais — o sistema ERP! 


Chegamos ao final deste artigo, mas ainda não acabou!

Queremos continuar auxiliando sua busca pelo sucesso, por isso oferecemos outro post valioso: descubra agora mesmo como a definição de uma Persona consegue otimizar sua estratégia de Marketing Digital!

Até a próxima!

Últimas Postagens WebPeak

Marketing

Content Experience: práticas para viralizar conteúdos e alcançar o topo dos buscadores

SEO

O que é uma Consultoria em SEO? Entenda quando você precisa de uma!

Marketing

Entenda a importância da análise competitiva para sair à frente dos concorrentes

SEO

O que é Link Building? Saiba como maximizar seu impacto!