NÃO QUERO IR AO EVENTO

Cupom de Desconto VTEX DAY 2019

Utilize o Cupom de 30% Desconto para o VTEX DAY 2019

Cupom de Desconto VTEX DAYCupom de Desconto VTEX DAY

USE O CUPOM: WEBPEAKVTEXDAY

COMPRE COM O CUPOM DE DESCONTO

Maneira Certa de Fazer Links Internos SEO

26/6/2019

Maneira Certa de Fazer Links Internos SEO

links internos SEO

No mundo do SEO em algum momento você já ouviu falar sobre os links internos, mas qual é sua real função?

Pensamos neste artigo para tirar suas dúvidas com relação ao assunto e aplicar dentro das suas páginas para garantir a boa prática de SEO

Sem mais delongas, vamos direto ao que realmente interessa. 

O que são links internos?

Os links internos nada mais é do que, links dentro do seu site que direcionam o leitor para outro artigo ou página do seu próprio site. Essa estrutura de links internos juntamente com a arquitetura do site, são elementos fundamentais para otimização de SEO on page, em outras palavras, esses links estruturam seu site internamente sem influência externa.

Por que é necessário criar links internos?

A construção dos links internos geralmente é uma maneira simples de ser aplicada e que garantem benefícios de curto a médio prazo de forma significativa. Caso você ainda não esteja utilizando essa estratégia em seu site, é bem provável que esteja desperdiçando uma grande oportunidade de melhora no peso do seu domínio para o algoritmo do Google.

Quando a técnica de linkagem interna é bem aplicada ela acaba se tornando uma arma muito poderosa a favor do SEO em suas páginas, e se sua empresa trabalha com estratégia de conteúdo, essa estratégia é essencial.

Essa é uma teoria muito simples, pois essa é a forma mais simples e diretas de passar o valor significativo de páginas mais importantes para páginas que ainda não tem a mesma força. Dessa forma, quando você distribui a força de páginas relevantes para quase todas as páginas de um site, isso melhora consideravelmente o domínio como um todo.

Um exemplo de tudo isso é a homepage, ela é extremamente importante, mas não ser a única página forte do domínio se os produtos da sua empresa ou os artigos do seu blog não aparecem bem na busca do Google. É válido ressaltar e que os usuários que chegam diretamente a uma página de produto já estão praticamente na fase final do processo de compra, neste caso falta apenas encontrar a melhor oportunidade, por isso é sempre bom investir os links diretos.

A seguir daremos algumas dicas para você conseguir aplicar os links internos na sua página.

5 dicas para criar links internos no seu site

Assim que você constrói a hierarquia e a estrutura do seu site com base nos seus objetivos, é possível otimizar ainda mais o potencial e o valor dessa estratégia. Neste caso, listamos 5 dicas simples e efetivas para você aplicar no seu site o mais rápido possível.

1 – Teoria dos 3 cliques de distância

Foram levantados estudos e algumas teorias que mostram que nenhum conteúdo dentro da sua página deve estar a mais de 3 cliques de distância para quem visita o seu site, desde a home page até o conteúdo.

Essa é mais uma teoria que está mais próxima da experiência do usuário do que o próprio algoritmo do Google, contudo, se essas páginas estão em camadas muito profundas pode ser que o Googlebot não dê muito valor ao conteúdo desta página. Isso é uma questão muito simples de explicar, caso esse link esteja abaixo na hierarquia do seu site, ele assumirá automaticamente que determinado conteúdo pode não ser tão relevante para os usuários.

Quando for pensar e calcular a estrutura do seu site, analise e veja se será necessário manter todos os conteúdos acessíveis com menos cliques possíveis. Dessa forma, vai ser bem mais fácil de manter uma arquitetura limpa, organizada e objetiva para uso interno, assim como facilitará na navegação dos robôs e na experiência do usuário.

2 – Posts relacionados ou mais populares

Um dos pontos mais importantes para aplicar links internos é utilizar plugins, se você como tantos outros utilizam o WordPress, é possível criar uma lista de posts relacionados no fim de cada post novo. Além do mais, também é possível utilizar um plugin na sidebar do seu blog ou site com os posts mais populares, mais comentados, mais compartilhados e assim por diante.

Essa prática pode aumentar o número de páginas visitadas por usuários e fazer com que ele permaneça no site por mais tempo. Isso garante pontos positivos ao olhos do Google no quesito experiência do usuário, além de ajudar a construir uma estrutura de links internos muito mais concreta realizada automaticamente por plugins.

3 – Texto âncora relevante

Os textos âncoras possuem uma função muito importante aos olhos do Google, o que torna imprescindível a atenção e o cuidado com essas escolhas. O ideal é ter mais de um texto âncora, mesmo criando links internos.

Dependendo da forma que você utilizar o texto âncora, o Google vai entender que você pode estar tentando manipular o algoritmo, como se fosse link building e dessa forma, você pode ficar exposto a uma punição do Google, caso ele considere a prática de black hat, e isso pode prejudicar muito suas receitas, visitas e todas as partes do seu negócio online.

O mais indicado é sempre usar âncoras naturais, com contexto, qualidade e relevância e, como página alvo é necessário manter o mesmo conceito que foi dito no conteúdo apontando pra ele.

Se possível também evite âncoras genéricas , como “clique aqui” e “saiba mais”. Opte por textos âncora que sejam mais descritivos e claros sobre o conteúdo presente no link.

4 – Documento com os principais links internos

Quando você produz e publica uma quantidade de conteúdo muito grande, pode acontecer de se esquecer dos artigos prontos sobre determinados assuntos e acabar se perdendo dentro de uma diversidade de links internos, em que apenas artigos mais atuais recebem esses apontamento.

Uma dica valiosa para não cair na própria armadilha é mapear os artigos que você possui sobre os principais tópicos em um documento, se preferir isso pode ser colocado em uma planilha e, antes de postar um novo conteúdo, faça uma breve analise e veja se ficou faltando algum link relevante.

5 – Não esqueça dos links externos

links internos SEO

Como já foi dito os links internos tem a função de melhorarem a navegação do seu site, eles diminuem a taxa de rejeição das páginas e distribuem a autoridade do seu site. Já os  links externos passam autoridade para outros sites relevantes, isso aumenta as referências para o seu lead e também é uma prática bem vista pelo Google, pois demonstram que você participa ativamente da comunidade online.

Sendo assim, todas as vezes que um conteúdo for relevante, inclua alguns links externos para outras referências no assunto.

Agora que você tem em primeira mão as dicas para fazer corretamente a linkagem interna do seu site, basta colocar em prática. 

Continue nos acompanhando para ter acesso a mais conteúdos como este.

Até a próxima!

Autor

Mariana Chaves

Produtora de Conteúdo especialista nas palavras que te elevam e levam ao foco do negócio.

Linkedinhttps://www.webpeak.com.brcontato@webpeak.com.br

Últimas Postagens WebPeak

Últimas Noticias WebPeak